Reprovação ao governo Robinson se aproxima de rejeição à gestão Temer
Natal, RN 16 de jul 2024

Reprovação ao governo Robinson se aproxima de rejeição à gestão Temer

15 de dezembro de 2017
Reprovação ao governo Robinson se aproxima de rejeição à gestão Temer

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Pesquisa divulgada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern) em parceria com o Instituto Consult revela, a menos de 1 ano das eleições, que a reprovação da população ao governo Robinson é quase a mesma do governo Temer. De acordo com os números da pesquisa, 85,24% dos norte-riograndenses não aprovam a gestão do governador Robinson Faria (PSD), enquanto 89,29% desaprovam o governo do presidente Michel Temer (PMDB). A título de comparação, a gestão Rosalba Ciarlini (DEM) atingiu 82% de reprovação há poucos meses das eleições de 2014. A gestão Robinson é aprovada por pouco mais de 7% dos entrevistados. O Instituto ouviu 1.700 pessoas, a partir de 16 anos de idade, em 57 municípios do Estado. A margem de erro é de 2,3% com confiabilidade de 95%.

Para 40% dos entrevistados, o principal problema do Rio Grande do Norte está na área de Segurança Pública. Esse tem sido o principal desafio da gestão Robinson, embora o Governo ainda não tenha dado uma resposta à altura à sociedade. A saúde aparece em segundo lugar como principal dificuldade identificada pela população. Apenas 0.8% dos entrevistados votaram nos salários atrasados do funcionalismo como o maior problema a ser combatido. O pagamento da folha de pessoal tem sido responsável pelo aumento do desgaste das atual gestão, especialmente nas redes sociais. Os servidores públicos estão há 23 meses recebendo os salários com atraso.

Sucessão

A pesquisa FIERN/Consult também ouviu o eleitorado sobre a sucessão do governo estadual. Na pesquisa estimulada, quando são informadas as opções de candidatos e candidatas, a senadora Fátima Bezerra (PT) aparece em 1º lugar com 20,29% da preferência, quase o dobro do percentual do segundo colocado, o atual prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), com 11,41%. Em terceiro, mesmo sem partido e já tendo declarado que não será candidato, está o dono das lojas Riachuelo Flávio Rocha, com 6,59%. O empresário aparece à frente do governador Robinson Faria, 4º colocado, com 5% das intenções de voto. O desembargador Cláudio Santos teve a preferência de 2% dos entrevistados, enquanto o empresário mossoroense Tião Couto (PSDB) foi citado por 1,41% dos eleitores. A pesquisa mostra ainda que 41% das pessoas consultadas não votaria em nenhuma das opções apresentadas.

Na pesquisa não estimulada, quando o entrevistado não conhece as opções, a senadora Fátima Bezerra mantém a dianteira, com 1,89%. A partir daí as posições mudam. O governador Robinson Faria aparece em segundo, com 1,18%, seguido do prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves, que obteve 1,06% da preferência do eleitorado. Ainda foram citados os senadores Garibaldi Filho e José Agripino, o senador gaúcho Paulo Paim, Kelps Lima, Benes Leocádio, Henrique Alves, Geraldo Melo, Flávio Rocha e o ex-presidente Lula.

Senado

A pesquisa FIERN/Consult também ouviu eleitores sobre as duas vagas no Senado que estarão em disputa em 2018. Na estimulada, Garibaldi Alves aparece na frente, com 15,76%, seguido pela deputada federal Zenaide Maia (PR), com 12,12%. Bem atrás, com 6,94% está o senador José Agripino Maia (DEM). Ainda são citados e aparecem com percentual acima de 1% Magnólia Figueiredo (2,41%) e Tião Couto (1,41%). Já para o segundo voto, Agripino Maia assume a ponta, com 6,18%. Garibaldi Filho e Zenaide Maia aparecem empatados com 3,12%. Atrás, com mais de 1% da preferência dos entrevistados, surgem Magnólia Figueiredo (2,59%) e Tião Couto (1,12%).

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.