A distância entre as previsões de Meirelles e a realidade do desemprego no país
Natal, RN 24 de jul 2024

A distância entre as previsões de Meirelles e a realidade do desemprego no país

27 de abril de 2018
A distância entre as previsões de Meirelles e a realidade do desemprego no país

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

As previsões do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles (MDB) são diretamente proporcionais à popularidade dele nas pesquisas para a presidência da República, onde registra 1% nas intenções de voto.

Em outubro de 2017, exatamente 11 dias antes da nova legislação trabalhista ser sancionada, o homem-forte da economia de Michel Temer estimou que a reforma trabalhista geraria mais de 6 milhões de empregos.

Seis meses depois, o mesmo G1 revela com base em dados oficiais do IBGE que o número de trabalhadores com carteira assinada é o menor da série histórica, iniciada em 2012.

O país tem hoje 13,7 milhões de desempregados. Março registrou o percentual de desemprego de 13,1%.

Reportagem publicada na revista, em 24 de abril, mostrou que as contratações de trabalhadores com salários menores fizeram cair a arrecadação da Previdência. De acordo com dados da Receita Federal, o INSS arrecadou em março 0,53% a menos que o mesmo período no ano anterior.

A distância entre as previsões de Meirelles e a realidade do desemprego no país é a mesma entre o desejo dele em suceder Michel Temer e a vontade popular. 

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.