Em protesto, procurador-chefe do MPT no RN não foi receber prêmio do TRT
Natal, RN 18 de jun 2024

Em protesto, procurador-chefe do MPT no RN não foi receber prêmio do TRT

24 de abril de 2018
Em protesto, procurador-chefe do MPT no RN não foi receber prêmio do TRT

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A homenagem da Justiça do Trabalho ao deputado federal Rogério Marinho e ao empresário Nevaldo Rocha, dois notórios opositores da instituição que lhes rendeu homenagem, ainda repercute no Ministério Público do Trabalho.

O MPT no RN protestou de forma silenciosa.

O procurador-chefe do MPT no RN Luis Fabiano Pereira era um dos agraciados com a medalha do mérito Djalma Marinho.

E simplesmente não foi receber o prêmio.

Em nota, ainda na semana passada, a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho manifestou repúdio e indignação à homenagem.

Rogério Marinho, relator da reforma trabalhista, foi citado por ter defendido explicitamente a redução dos poderes da Justiça do Trabalho e a supressão de direitos básicos dos trabalhadores.

Os procuradores da ANPT também destacaram que o grupo Guararapes, fundado por Nevaldo Rocha, respondeu a aproximadamente 5.300 ações propostas por trabalhadores, entre 2000 e 2017.

Leia a nota na íntegra da ANPT aqui

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.