Principal

Desabamento de asfalto era “previsível”, diz secretário de Obras de Natal

O asfalto da avenida Prudente de Morais que cobria parte do túnel de drenagem da bacia da rua São José e cedeu na manhã deste domingo (6), em Natal, integra o lote 1 das obras de mobilidade urbana realizadas para a Copa do Mundo de 2014. A construtora EIT Engenharia é a responsável pela obra do túnel, que possui 265 metros de extensão e está orçado em R$ 8 milhões.

Logo que as primeiras imagens do asfalto cedido foram divulgadas nas rede sociais, uma enxurrada de críticas à qualidade das obras realizadas para a Copa e também à gestão do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) se espalharam.

Procurado pela agência Saiba Mais, o secretário municipal de Obras Públicas Tomaz Neto afirmou que era “previsível” que parte asfalto que cobre o túnel da galeria viesse abaixo em razão da intensidade das chuvas e do próprio tipo de intervenção que está sendo realizado no local.

No trecho que desabou, na avenida Prudente de Morais, a construtora EIT Engenharia está realizando uma obra de drenagem. A bacia contempla um túnel com 2,40 metros de diâmetro, que liga a lagoa do Centro Administrativo até o ponto na interseção entre a rua São José com a avenida mor Gouveia. O túnel está sendo escavado a 9 metros de profundidade.

– Era previsível porque você está cortando uma galeria existente e em funcionamento, uma galeria de águas pluviais que capta água da rua São José com a avenida capitão-mor Gouveia de menor diâmetro e que está sendo engolida pelo túnel. Era previsível porque na hora em que você intercepta a galeria e avança para o túnel, cria um espaço vazio entre a galeria e o túnel, coisa de 8 a 10 centímetros, que logo em seguida vamos avançando. Então acontece, cai dentro do túnel.

Tomaz Neto é secretário de Obras de Natal

Tomaz Neto afirmou que o incidente não altera o cronograma de conclusão das obras. A previsão é de que o túnel de drenagem seja finalizado até a metade do mês de junho.

– Definitivamente fica resolvido o problema de alagamento da rua São José com a mor Gouveia. Vai criar recalque ? Vai. Terá recomposição ? Sim. Mas precisamos resolver o problema do alagamento. Não podemos deixar as pessoas dentro da água (sempre que chove).

O lote 1 das obras de mobilidade para a Copa do Mundo de 2014 incluem, além do túnel de drenagem da bacia da rua São José, intervenções nas avenidas capitão-mor Gouveia, Jerônimo Câmara, BR-226 e Felizardo Moura.

 

O titular da Semopi garantiu que as obras estruturantes de mobilidade urbana construídas ao redor da Arena das Dunas não correm perigo.

– Absolutamente nada. Essas obras do entorno da arena das dunas são muito seguras e muito bem executadas.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

2 Comments

  1. O pior é o Secretário dizer que “era previsível” o desabamento e não ter feito absolutamente nada que prevenisse o acidente.
    São estes nossos gestores.

  2. Um secretario falar isso. Previsível esse tipo de acidente? Absurdo.
    Além de não responder a pergunta vem com essa conversa midiática e sensacionalistas de rua alagada para disfocar o problema principal.
    Se uma família tivesse se acidentado. Quem seria responsável?