Capitão Styvenson tem até 7 de julho para deixar função se for candidato
Natal, RN 24 de jun 2024

Capitão Styvenson tem até 7 de julho para deixar função se for candidato

12 de junho de 2018
Capitão Styvenson tem até 7 de julho para deixar função se for candidato

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Muita gente questionando a intenção do capitão Styvenson Valentim de se candidatar às eleições de outubro em razão do policial militar não ter filiação partidária, o que em tese o tiraria do páreo pelas regras da legislação eleitoral.

Mas não é bem assim. A legislação brasileira trata os militares de forma diferenciada. Styvenson Valentim não precisa nem se filiar a partido algum se não quiser. Por ser militar da ativa, basta ser escolhido em convenção por alguma sigla.

Portanto, se quiser mesmo disputar algum cargo em outubro precisa se desincompatibilizar da função três meses antes do pleito eleitoral, ou seja, Styvenson precisa decidir se topa a empreitada até 7 de julho.

Nesta segunda-feira (11), o capitão da PM divulgou um vídeo nas redes sociais disponibilizando o nome para ser testado nas próximas pesquisas.

Quem conhece o capitão sabe que a mosca a azul o ronda há algum tempo.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.