+ Notícias

Senador José Agripino Maia diz que está à disposição da Justiça

Sobre a operação Ross, deflagrada nesta terça-feira (11) pela Polícia Federal, a assessoria de imprensa do senador José Agripino Maia  (DEM) emitiu uma nota oficial.

A ação investiga o recebimento de vantagens indevidas por parte de três senadores da República e três Deputados Federais, entre os anos de 2014 e 2017. Os outros dois senadores são os mineiros Aécio Neves e Antônio Anastasia, ambos do PSDB.

Abaixo, segue o comunicado de José Agripino Maia, na íntegra:

O senador José Agripino não foi alvo de busca e apreensão em nenhum dos seus endereços.

Enquanto presidente nacional do Democratas, buscou, seguindo a legislação eleitoral vigente, doações para o partido.

Doações que, solicitadas a diversas empresas, foram voluntariamente feitas sem que o ato de doação gerasse qualquer tipo de compromisso entre o doador e o partido ou qualquer dos seus integrantes.

O senador permanece à disposição da Justiça para os esclarecimentos que se fizerem necessários.

Saiba Mais: José Agripino Maia é alvo de nova operação da Polícia Federal

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"