Janot revela que foi armado para sessão no STF com intenção de matar Gilmar Mendes e se suicidar depois
Natal, RN 22 de abr 2024

Janot revela que foi armado para sessão no STF com intenção de matar Gilmar Mendes e se suicidar depois

26 de setembro de 2019
Janot revela que foi armado para sessão no STF com intenção de matar Gilmar Mendes e se suicidar depois

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O ex-procurador-geral da República rodrigo Janot fez uma revelação surpreendente ao jornal Estado de S.Paulo nesta quinta-feira (26). Segundo ele, no auge da tensão entre a PGR e o STF em meio aos desdobramentos da operação Lava Jato, chegou a ir armado para uma sessão do Supremo com a intenção de matar a tiros o ministro Gilmar Mendes e se suicidar na sequência:

- Não ia ser ameaça não. Ia ser assassinato mesmo. Ia matar ele (Gilmar) e depois me suicidar”, afirmou Janot

Na época, ainda segundo o ex-procurador-geral da República, ele havia pedido a suspeição de Mendes no julgamento de habeas corpus em favor do empresário Eike Batista porque a esposa do ministro teria advogado para uma das empresas do acusado. Na versão de Janot, após o pedido de suspeição, Gilmar Mendes teria inventado uma mentira envolvendo a filha do PGR:

“Foi logo depois que eu apresentei a sessão (...) de suspeição dele no caso do Eike. Aí ele inventou uma história que a minha filha advogava na parte penal para uma empresa da Lava Jato. Minha filha nunca advogou na área penal... e aí eu saí do sério”, afirmou.

Leia matéria completa no site do Estado de S.Paulo

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.