RN mantém três casos suspeitos de infecção por coronavírus em isolamento
Natal, RN 25 de jun 2024

RN mantém três casos suspeitos de infecção por coronavírus em isolamento

28 de fevereiro de 2020
RN mantém três casos suspeitos de infecção por coronavírus em isolamento

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Governo do Rio Grande do Norte descartou dois dos cinco casos suspeitos de infecção por Coronavírus no Rio Grande do Norte, mas ainda mantém três pacientes em isolamento.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e secretarias municipais de Saúde de Natal e Parnamirim reuniram a imprensa na manhã desta sexta-feira (28) para comunicar os casos classificados como suspeitos de infecção humana pelo Covid-2019 (Novo Coronavírus) no Rio Grande do Norte, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS).

A Sesap vai emitir boletins epidemiológicos diários com atualização dos casos no Rio Grande do Norte.

As amostras coletadas nestes pacientes foram enviadas ao Instituto Evandro Chagas, no Pará, e deverão ter os resultados liberados no prazo de sete dias úteis. De acordo com nota enviada pela Sesap, os três pacientes “estão em isolamento domiciliar, com estado de saúde bom, apresentando sintomas leves, como tosse e coriza”.

Todos os casos têm histórico de viagem à Itália, um dos países fora da China mais afetados pelo coronavírus.

O infectologista André Prudente lembrou que os critérios do Ministério da Saúde foram ampliados.

"Neste momento é natural que mais casos se enquadrem como casos suspeitos por se tratarem de pessoas que estiveram em outros países e contraíram influenza, mas precisam ser investigadas [para o novo coronavírus]", explicou.

A subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Luchesi, ressaltou que o Hospital Giselda Trigueiro e o Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes são unidades de referência para os casos que necessitem de internação.

"A rede municipal de saúde está sensibilizada para o atendimento e coleta de material para exames".

Influenza B

Dos cinco casos suspeitos em investigação, informados no banco de dados do Ministério da Saúde, dois foram excluídos por terem diagnóstico positivo para a Influenza B (gripe). Uma criança foi excluída da investigação, uma vez que o caso não se enquadrou nos critérios do MS.

Protocolo

O protocolo define que a coleta é feita após o primeiro relato dos sintomas, e uma análise inicial é feita no Laboratório Central do RN, o Lacen. Caso seja detectado outro vírus respiratório, diferente do coronavírus, o caso é considerado descartado. Em caso de resultado negativo ou inconclusivo para influenza, a amostra é enviada para o laboratório de referência nacional, o Instituto Evandro Chagas, no Pará.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.