Após pressão, Bolsonaro revoga artigo que autorizava suspensão de salários por 4 meses
Natal, RN 21 de jun 2024

Após pressão, Bolsonaro revoga artigo que autorizava suspensão de salários por 4 meses

23 de março de 2020
Após pressão, Bolsonaro revoga artigo que autorizava suspensão de salários por 4 meses

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou pelo twitter no início da tarde desta segunda-feira (23) que determinou a revogação do artigo 18 da Medida provisória 927, que autorizava patrões a suspender os salários dos trabalhadores durante quatro meses.

A MP segue em vigor, apenas o artigo 18 será suprimido.

O patrão poderia pagar uma "ajuda compensatória mensal" que não teria relação com o salário, cujo valor também seria acordado individualmente entre patrão e empregado, mas esse pagamento não era obrigatório.

Vários políticos, associações e trabalhadores criticaram duramente a MP 927 publicada quase a meia-noite do domingo pelo governo Bolsonaro.

Todas as medidas anunciadas na MP só reduzem os efeitos da crise para os empresários.

Natália Bonavides defende devolução da MP pelo Congresso

A deputada federal Natália Bonavides afirmou que, apesar do recuo, a MP segue sendo cruel para os trabalhadores:

- O recuo anunciado em parte da MP 927 NÃO faz com que vire um texto bom! Não nos esqueçamos que a medida permite que se corte 25% do salário, sem redução de carga horária, sem complemento de seguro-desemprego. O Congresso tem que devolver essa MP sem nem apreciar!

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.