RN é o 4º estado do Nordeste com mais casos confirmados do Coronavírus
Natal, RN 24 de mai 2024

RN é o 4º estado do Nordeste com mais casos confirmados do Coronavírus

21 de março de 2020
RN é o 4º estado do Nordeste com mais casos confirmados do Coronavírus

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Após os órgãos públicos de saúde confirmarem mais cinco casos novos de Coronavírus, o Rio Grande do Norte se tornou, ao lado de Sergipe, o 4º estado do Nordeste com mais casos registrados da doença. O Ceará, com 55 casos, é o estado com mais pacientes em observação, seguido da Bahia, com 33, e de Pernambuco, com 30 casos confirmados.

Rio Grande do Norte e Sergipe aparecem com 6, cada, seguido de Alagoas, onde já foram registrados 5 casos da doença.

O Piauí vem em 6º com 3 confirmações do Coronavírus.

Paraíba e Maranhão têm apenas um caso da doença confirmado até o momento.

Os dados são referentes às divulgações dos órgãos de saúde até sexta-feira (20).

No caso do RN, apenas 5 pacientes continuam sendo monitorados porque o 1º caso confirmado, em 12 de março, já foi liberado para casa por não apresentar mais os sintomas da doença. Segundo a secretaria de Estado de Saúde Pública, 131 casos são classificados como “suspeitos” e dois, ambos em Parnamirim, considerados “prováveis”.

A equipe da Sesap vai realizar uma transmissão online ao vivo pelo Facebook, a partir das 10h, para explicar os casos novos registrados do Covid-19.

É importante destacar que, apesar das confirmações, não há registro de morte por conta da doença em nenhum estado do Nordeste. Os 11 óbitos confirmados até sexta-feira (20) pelo Ministério da Saúde foram em São Paulo, onde 9 pessoas morreram, e Rio de Janeiro, com duas mortes.

No Brasil, 904 casos do Coronavírus já foram confirmados pelo Governo Federal.

Decreto

Neste sábado (21) o Governo do Rio Grande do Norte publicou um decreto de emergência no Diário Oficial do Estado com medidas mais rigorosas para evitar aglomerações e o contato de pessoas em espaços públicos e privados do Estado. Entre as novas determinações estão o fechamento de bares, restaurantes, academias, igrejas e templos religiosos; fechamento de agências bancárias, limite de acesso em supermercados, fechamento de shoppings com ar-condicionado; suspensão do atendimento ao público nas Centrais do Cidadão e no Detran; e restrição de funcionamento de ônibus intermunicipais e interestaduais.

Leia o decreto completo aqui 

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.