IFRN sofre intervenção e MEC nomeia bolsonarista que não participou da eleição para reitor
Natal, RN 16 de jun 2024

IFRN sofre intervenção e MEC nomeia bolsonarista que não participou da eleição para reitor

20 de abril de 2020
IFRN sofre intervenção e MEC nomeia bolsonarista que não participou da eleição para reitor

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O governo Bolsonaro nomeou nesta segunda-feira (20) para a reitoria do Instituto Federal do Rio Grande do Norte um professor que sequer participou da eleição para o carto, realizada em 2019. O “novo” reitor “pro-tempore” é o professor Josué de Oliveira Moreira, recém-filiado ao PSL e ex-candidato a prefeito de Mossoró.

Moreira tem o apoio do deputado federal general Girão (PSL), principal nome do bolsonarismo no Estado potiguar.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOE) com assinatura do ministro da Educação Abraham Weintraub

O vencedor das eleições em dezembro de 2019 foi o professor José Arnóbio de Araújo. Ele obteve 48,25% dos votos contra 42,26% de Wyllys Farkkat Tabosa, atual reitor da instituição. Outros dois professores participaram do processo eleitoral: Ambrósio Silva de Araújo e José Ribeiro de Souza Filho.

A nomeação de Josué e Oliveira Moreira é um golpe do governo Bolsonaro no processo democrático dos Institutos Federais.

Há outros estados onde foi nomeada a figura do reitor pro tempore. Mato Grosso do Sul (IFMS) é um deles.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.