RN+Unido: População já pode fazer doações em 290 supermercados do Estado
Natal, RN 28 de mai 2024

RN+Unido: População já pode fazer doações em 290 supermercados do Estado

15 de abril de 2020
RN+Unido: População já pode fazer doações em 290 supermercados do Estado

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Lançada na Escola de Governo, a Campanha RN + Unido estimula doações que serão destinadas a instituições sociais, periferias e setores sociais em vulnerabilidade diante da pandemia do novo coronavírus. Em parceria com a Associação de Supermercados do RN (Assurn), o Governo do Rio Grande do Norte já instalou pontos de coleta em 290 estabelecimentos.

As doações podem ser em unidade ou a cesta básica completa, além disso a campanha também recebe materiais de higiene e limpeza. De acordo com o controlador-geral do Estado, Pedro Lopes, coordenador da campanha, a iniciativa deve centralizar as doações que tem demandas de diversas instituições e famílias.

"Essa ação envolve inúmeras fases que precisam, além da coleta, higienização, armazenamento e distribuição para favorecer as doações feitas pela população e garantir a entrega segura aquelas pessoas do nosso estado que passam dificuldades. Também daremos publicidade ao controle de doações e transparência do processo. Por isso, todas as doações recebidas e suas destinações serão evidenciadas no Portal da Transparência do Governo”, explicou.

Segundo o controlador, um boletim diário será publicado no Portal de Transparência Estadual, contendo o quantitativo de doações, o acumulado em determinado dia e os locais onde foram recebidas as doações. As lojas participantes da campanha podem ser consultadas aqui. 

De acordo com a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação (Sethas), responsável pelo cadastro de distribuição, já foram registrados cerca de 12 mil pedidos de cestas básicas e as doações recebidas terão prioridade de entrega às comunidades quilombolas, indígenas, residentes em periferias de Natal, Grande Natal e Mossoró.

Para o presidente da Assurn, Nelson Leiros, o projeto consiste em uma parceria importante para amenizar a situação das famílias mais pobres durante a crise.

“Fomos convidados pelo Governo e aceitamos participar da iniciativa, pois vivemos uma situação de calamidade pública na saúde. Precisamos tomar providências para melhorar o quadro e uma população com fome, mais vulnerável, acarreta piora na situação. Então pedimos a sociedade que também ajude, seja na compra de um pacote de feijão, sal, arroz, ou mesmo uma cesta básica pronta”, disse Leiros.

O Ministério Público Estadual prestará apoio à logística da campanha com disponibilidade de veículos e motoristas para distribuição, como apoio de planejamento e, principalmente, da fiscalização do processo. A Cruz Vermelha acionará seus voluntários, tanto na Grande Natal quanto em Mossoró, para logística de recebimento das doações, montagem das cestas básicas e ajuda na distribuição. A campanha conta ainda com o apoio das Forças Armadas, Defesa Civil e Conab.

Pessoas jurídicas

O Governo está disponibilizando também um serviço de apoio personalizado às doações por pessoas jurídicas, através do telefone/whatssap (84) 98128-1087. As entregas poderão ser realizadas diretamente na Escola de Governo do RN (Centro Administrativo). O Governo providencia o recebimento do material ou equipamento no estabelecimento do doador, caso requisitado. Os atendimentos ocorrerão das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.