Após denúncias, prefeitura de Natal rescinde contrato de R$ 18,6 milhões com empresa ligada à família do prefeito
Natal, RN 22 de mai 2024

Após denúncias, prefeitura de Natal rescinde contrato de R$ 18,6 milhões com empresa ligada à família do prefeito

8 de maio de 2020
Após denúncias, prefeitura de Natal rescinde contrato de R$ 18,6 milhões com empresa ligada à família do prefeito

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A prefeitura de Natal rescindiu de forma unilateral o contrato de R$ 18,6 milhões firmado com a empresa T&N Serviços em Saúde Ltda. para fornecimento de mão de obra voltada para atuar no hospital de Campanha do município. O decreto confirmando a rescisão foi publicado numa edição extra do Diário Oficial do Município na quinta-feira (7).

O decreto é assinado pelo prefeito Álvaro Dias (PSDB), mas não explica as razões. Uma das sócias da empresa T&N Serviços em Saúde Ltda é Paulyana Silva Gomes de Melo, casada com um dos cunhados e sócio do prefeito Álvaro Dias numa empresa sediada em Caicó.

Esse é o segundo contrato rescindido pela prefeitura com a mesma T&N em menos de 30 dias. Em abril, após denúncias da imprensa revelando o vínculo familiar da empresa com o chefe do Executivo, o município também voltou atrás.

A empresa T&N Serviços em Saúde Ltda. foi contratada para fornecer profissionais para as áreas de assistência social, auxiliar de farmácia, bioquímico, enfermeiro, farmacêutico, nutricionista, psicólogo, técnico em enfermagem, técnico em radiologia e técnico de laboratório a um custo mensal de R$ 3,1 milhões.

A soma do contrato durante os seis meses custaria aos cofres públicos R$ 18,6 milhões.

Procurada pela Agência Saiba Mais, a assessoria de imprensa da secretaria municipal de Saúde defendeu a legalidade do contrato, bem como a própria empresa T&N enviou nota alegando que o processo havia sido acompanhado pelos órgãos de controle do município e também pelo Ministério Público.

No mesmo decreto, a prefeitura informa que “a secretaria municipal de Saúde deverá providenciar a imediata contratação de outra empresa para a prestação de serviços visando o funcionamento do hospital de Campanha do município de Natal”

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.