Condenado no “Mensalão” e novo aliado de Bolsonaro, Roberto Jefferson ataca STF e pede cassação das concessões da Globo
Natal, RN 28 de mai 2024

Condenado no “Mensalão” e novo aliado de Bolsonaro, Roberto Jefferson ataca STF e pede cassação das concessões da Globo

9 de maio de 2020
Condenado no “Mensalão” e novo aliado de Bolsonaro, Roberto Jefferson ataca STF e pede cassação das concessões da Globo

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Ex-deputado federal e atual presidente do PTB, Roberto Jefferson fez uma série de ataques neste sábado (9) ao Supremo Tribunal Federal e à rede Globo. Condenado a sete anos e 14 dias de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Jefferson é um dos símbolos do chamado “Centrão”, eufemismo para “direita fisiológica”. Para o ex-parlamentar, se Bolsonaro não substituir os 11 ministros do STF e cassar as concessões das afiliadas da Rede Globo no país, não terminará o mandato:

- Bolsonaro foi eleito com a promessa de se alinhar com os países, que professam nossa cultura judaico cristã, em defesa da família, da democracia e da liberdade. Não conseguiu expulsar os diplomatas venezuelanos, representantes de uma ditadura tirana. O STF o impediu, torpemente”, disse, antes de prosseguir:

- Bolsonaro venceu a eleição com a promessa de defender a família cristã, dos ataques feitos pelos sodomitas, autores e diretores das novelas inspiradas em Sodoma e Gomorra, pela Rede Globo de TV. Foi impedido, não conseguiu. Bolsonaro é alvo de campanha infamante pela Globo. Bolsonaro, para atender o povo e tomar as rédeas do governo, precisa de duas atitudes inadiáveis: demitir e substituir os 11 ministros do STF, herança maldita. Precisa cassar, agora, todas as concessões de rádio e TV das empresas concessionárias GLOBO. Se não fizer, cai”, afirmou no twitter.

O ex-deputado também publicou uma foto segurando uma metralhadora avisando que está se preparando “para combater o bom combate”. E finalizou o slogan de campanha de Jair Bolsonaro:

- Estou me preparando para combater o bom combate. Contra o comunismo, contra a ditadura, contra a tirania, contra os traidores, contra os vendilhões da Pátria. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos”, finalizou.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.