RN tem 26 cidades sem mortes por covid, mas dados de lugares com poucos habitantes não têm relevância estatística
Natal, RN 15 de jul 2024

RN tem 26 cidades sem mortes por covid, mas dados de lugares com poucos habitantes não têm relevância estatística

16 de dezembro de 2020
RN tem 26 cidades sem mortes por covid, mas dados de lugares com poucos habitantes não têm relevância estatística

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

As cidades que possuem poucos habitantes em geral se destacam com os melhores e os piores índices epidemiológicos da covid-19, mas não podem ser considerados estatisticamente para a ciência, de acordo com especialistas.

No Rio Grande do Norte, 26 municípios não registraram mortes por covid-19 até esta quarta-feira (16). São eles Almino Afonso, Bodó, Equador, Francisco Dantas, Frutuoso Gomes, Galinhos, Ipueira, Jardim de Angicos, João Dias, Lucrécia, Martins, Passagem, Pedra Preta, Pilões, Rafael Godeiro, Riacho de Santana, Santana do Seridó, São Bento do Norte, São José do Seridó, São Vicente, Senador Elói de Souza, Serrinha dos Pintos, Tenente Laurentino Cruz, Timbaúba dos Batistas, Viçosa e Vila Flor.

A maioria desses lugares possui entre 2 mil e 3 mil habitantes. Sendo Martins o mais populoso, com 8.758 pessoas, e Viçosa, o menor, com 1.725. Pedra Preta, com 2.438 habitantes, é o território que teve menos casos confirmados, com 13 testes positivos.

De acordo com o médico epidemiologista pesquisador do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS/UFRN) Ion de Andrade, quando o município é muito pequeno não dá pra comemorar estatísticas positivas ou se preocupar demasiadamente com as negativas.

“Em Natal a gente tem em média 1,2 mortes por mil habitantes. Uma cidade com dois mil habitantes pode não ter nenhum óbito, porque na distribuição aleatória, ao invés de ter 1,2 não teve nenhum. Ele não reflete a estatística geral. Se juntar a população desses municípios com 2 mil habitantes vai encontrar um ponto médio que é o de todo mundo”, explicou o especialista.

Severiano Melo é o município com maior incidência de covid-19 no Rio Grande do Norte. São 10082,0 casos por 100 mil habitantes. Acontece que a cidade, que fica a 305 km de Natal e 107 Km de Mossoró, tem apenas 2.088 pessoas, de acordo com estimativa do IBGE para 2020. A mortalidade Severiano Melo também é a maior, com 245,9 a cada 100 mil habitantes.

Foram 246 casos confirmados e seis óbitos, de acordo com o Boletim Epidemiológico Nº244, do Governo do RN. Um dos mortos foi o secretário de gabinete da Prefeitura, Maurício José da Silva, no dia 16 de novembro. Na época, o prefeito Dagoberto Bessa (PSD) decretou três dias de luto oficial.

A Terra do Caju, como também é conhecida, é também a que tem o maior gasto proporcional em medidas contra a covid-19, com R$ 277 para cada pessoa.

O município recebeu R$ 1,2 milhão e executou até o momento 53,26% (exatos R$ 675.873). Nesta quarta-feira (16), a Prefeitura tinha nota máxima no quesito transparência, com 1.300. Apesar disso, a última atualização dos números no site oficial da Prefeitura foi em 11 de dezembro, às 19h. Já o último boletim foi formatado em 19 de novembro.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.