Idosos em abrigos de longa permanência vão receber vacina nas próprias instituições a partir de segunda (25)
Natal, RN 15 de jul 2024

Idosos em abrigos de longa permanência vão receber vacina nas próprias instituições a partir de segunda (25)

21 de janeiro de 2021
Idosos em abrigos de longa permanência vão receber vacina nas próprias instituições a partir de segunda (25)

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O segundo dia de vacinação contra covid-19 nos quatro pontos de drive-thru em Natal (Ginásio Nélio Dias, Palácio dos Esportes, Shopping Via Direta e Arena das Dunas), segue destinado à imunização de profissionais de saúde da linha de frente de atuação na pandemia. Os idosos que estão internados em instituições de longa permanência começam a ser imunizados a partir da próxima segunda (25), nos abrigos onde estão lotados.
A imunização nesses espaços foi viabilizada através de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde com o Instituto Envelhecer, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que ficará responsável pela vacinação. Duas equipes foram formadas através de um consórcio entre o Departamento de Enfermagem, a Escola de Saúde e Departamento de Saúde Coletiva da UFRN.
Ao todo, há 19 abrigos de longa permanência para idosos em Natal e todos eles vão receber a visita das equipes. A estimativa, é que o processo de vacinação seja concluído já na próxima semana.
“Essa medida de vacinação nos abrigos é importante não só porque evita o deslocamento dos idosos, como evita que essas pessoas que têm contato com outros pacientes, adentrem a instituição. Se as pessoas que vão vacinar são aquelas da linha de frente, que já atendem pacientes hospitalizados, é melhor que a gente diminua esse contato. Os vacinadores são pessoas que atuam na área, mas não estão nesse processo”, explica Kenio Costa Lima, Diretor do Instituto Envelhecer.
O Instituto Envelhecer foi criado no final de 2018 pela UFRN e começou a funcionar em 2019. Em 2020 as equipes atuaram no processo de vacinação nessa mesma população de idosos contra o H1N1.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.