Nova secretária municipal de Direitos Humanos, Yara Costa aguarda desfiliação do PT e promete diálogo
Natal, RN 24 de jul 2024

Nova secretária municipal de Direitos Humanos, Yara Costa aguarda desfiliação do PT e promete diálogo

12 de fevereiro de 2021
Nova secretária  municipal de Direitos Humanos, Yara Costa aguarda desfiliação do PT e promete diálogo

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A nova secretária municipal de Igualdade Racial, Direitos Humanos, Minorias e de Pessoas com Deficiência é mulher, jovem, preta, militante social e moradora do bairro das Rocas, periferia de Natal (RN). O perfil de Yara Costa é coerente com o posto, mas a divulgação do nome dela caiu como uma bomba no meio político.

Aos 24 anos de idade, Yara é gestora em políticas públicas pela UFRN e filiada ao PT, partido que faz oposição à atual gestão municipal do tucano Álvaro Dias (PSDB).

O vínculo com a sigla, no entanto, é provisório. À agência Saiba Mais, Yara contou que pediu desfiliação do partido em dezembro de 2020 e aguarda até hoje uma posição do partido. Ela foi candidata a vereadora nas eleições do ano passado, obtendo 1.389 votos.

Ex-coordenadora geral da UFRN e diretora do Centro Acadêmica de Gestão Pública, ocupa hoje a presidência da União Estadual dos Estudantes do RN e cursa mestrado em estudos urbanos e regionais da UFRN.

O desafio de Yara não é simples. Ela assume a recém-criada pasta de Igualdade Racial, Direitos Humanos e de Pessoas com Deficiência numa gestão que tem sido desumana com a população mais vulnerável da cidade.

No dia em que a pasta foi criada, a prefeitura despejou 15 famílias que moravam embaixo do viaduto do Baldo. Um cadeirante chegou a ser arrancado pela camisa por um agente da prefeitura e teve a cadeira de rodas jogada em cima de um caminhão de lixo. O município também trata de forma desumana os sem-teto da ocupação Emanoel Bezerra, no prédio histórico onde funcionou a antiga faculdade de Direito da Ribeira.

Procurada pela agencia Saiba Mais, Yara Costa falou sobre a chegada à nova pasta:

Dácio Galvão (cultura), Álvaro Dias (prefeito) e Yara Costa (Direitos Humanos). foto: Assecom/Natal

Agência Saiba Mais: Como foi feito o convite para a secretaria de Igualdade Racial, Direitos Humanos, Minorias e de Pessoas com Deficiência ?

Foi uma grata surpresa, o prefeito Álvaro Dias ao observar a minha trajetória de formação, em gestão de políticas públicas e atuação na militância, me fez o convite hoje pessoalmente.

Mas como foi ?

Eu estava em casa, o telefone tocou, a secretária falou e passou para o prefeito. Ele disse que queria uma pessoa com meu perfil, para trabalhar questões na gestão dele. Foi uma surpresa. Ele se mostrou aberto, muito aberto.

Você assume a secretaria de Direitos Humanos num momento em que a gestão Álvaro Dias vem sendo acusada de não respeitar os Direitos Humanos, e cito dois exemplos: impasse da ocupação Emanuel Bezerra e o despejo do viaduto do Baldo. Como avalia essas duas situações ? Você pode ser uma interlocutora da prefeitura junto a esses movimentos ?

Estou chegando agora na gestão, mas em minha trajetória aprendi que o diálogo é a base para construir soluções e me coloco a disposição para garantir os direitos sociais do povo de Natal.

Qual foi a reação das pessoas que estão próximas a você quando o convite para a secretaria foi anunciado ?

Falei com minha família, que ficou bem orgulhosa, todo mundo bem feliz. No partido foi bem diverso, porque o PT é democrático, mas recebi muitas mensagens de pessoas me parabenizando no PT.

A nova pasta foi criada, mas sem orçamento. Que recursos e garantias você teve ou terá para desempenhar um bom trabalho na pasta ?

Estamos em um momento de construção e estou certa de que precisaremos de muito esforço para colocar em prática todos os projetos referentes às pautas que a secretaria contempla.

A pasta foi criada com apenas 6 cargos comissionados. Você vai escolher sua equipe ?

A equipe será construída coletivamente e com franco diálogo.

Quais serão as prioridades da sua gestão?

Promover políticas públicas concretas buscando a redução das desigualdades existentes na sociedade.

A divulgação do seu nome foi uma surpresa em razão da sua filiação ao PT, que faz oposição a gestão Álvaro Dias. Você comunicou o convite ao partido ? Pensa em pedir desfiliação ?

Desde o pós-eleição estou afastada da vida política partidária.

Mas você continua no PT ?

Desde dezembro fiz o pedido, no sentido da desfiliação.

E quanto às críticas ?

Na divergência a gente amadurece, vê outras realidades, tô bem tranquila em relação ao partido.

Na votação que criou a pasta, a vereadora Divaneide Basilio propôs a inclusão da juventude na secretaria, mas a emenda não passou. Como viu a negativa dos vereadores ?

A pasta de juventude está inserida no âmbito do gabinete civil da prefeitura. O trabalho por parte tanto da Câmara quanto da gestão é de articular para que ela funcione de forma plena já que abarca um segmento tão importante e com diversas demanda

O que Natal pode esperar da sua gestão à frente da pasta ?

Muito trabalho, diálogo, esforço para garantir a articulação necessária e implementar as políticas e projetos no que se refere ao cumprimento dos objetivos para os quais a secretaria foi criada.

Você fez muitas críticas ao PT depois do processo eleitoral de 2020. Isso pesou para que você aceitasse o cargo ?

As críticas foram feitas por conta do processo que aconteceu. Se você está na política, tem que estar aberto (às críticas). Mas o processo em relação ao PT não interferiu. Estou vendo minha capacidade profissional técnica, minha independência.

Filiação partidário não é determinante para fazer política ?

Não necessariamente, com certeza não. Transformação política é junção com a sociedade e o trabalho no dia-a-dia.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.