CIDADANIA, TRANSPARÊNCIA

Lixo encontrado em praias do RN e PB atinge orla de Natal

Um trecho da Via Costeira de Natal foi atingido, nesta quinta-feira, 29, pela onda de lixo urbano que vem sendo encontrado nas praias do Rio Grande do Norte e Paraíba. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), uma equipe de fiscalização havia sido acionada desde ontem, 28, e constatou na manhã desta quinta o incidente na orla da capital.

Até a quarta-feira, 28, seis toneladas de lixo já haviam sido retiradas de praias do estado potiguar.

O caso foi reportado ao Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Meio Ambiente no RN (Idema), que orienta a pasta municipal a fazer imediata limpeza das praias e armazenar materiais que possam ser utilizados nas investigações.

Por meio de assessoria, a Semurb explica que antecipou o monitoramento da orla natalense, começando pelas praias de Alagamar e de Ponta Negra. O trecho atingido pelos resíduos faz parte da Via Costeira, próximo ao Hospital de Campanha, indica a secretaria.

A Companhia de Limpeza só será notificada para iniciar a coleta dos resíduos a partir desta sexta-feira, 30, informa a Semurb. Como o material ainda não foi recolhido, não há informações sobre o volume exato localizado na capital.

Ainda não há indicação para interditar as praias, mas banhistas devem ter atenção para a possível presença de lixo hospitalar e acionar a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, Idema ou Urbana nesses casos, orienta a pasta.

Segundo o supervisor de Água e Solo (SPASO) da Semurb, Gustavo Szilagyi,  o monitoramento também revelou características positivas sobre a qualidade do ambiente marinho da capital.

“Durante o monitoramento da quarta-feira, 28, foi possível observar a presença de tartarugas marinhas e grupos de mamíferos como os golfinhos. Observou-se ainda cardumes de peixes como a sardinha, serra e o bonito. A presença dos animais evidencia uma importante qualidade ambiental do ecossistema marinho no trecho”, adianta Szilagyi.

De acordo com a Semurb, o trecho monitorado nesta quinta, 29,  corresponde a uma porção de aproximadamente 470 metros lineares, e é atingido periodicamente por materiais descartados por embarcações que transitam pela costa potiguar. Dessa forma, é comum encontrar resíduos na área.

Dessa vez, além do lixo já esperado, havia na orla muitos materiais semelhantes aos observados nas praias dos outros municípios do RN atingidos pela onda de materiais descartados. São copos descartáveis de água mineral, embalagens de margarina, tampas e rótulos de bebidas e até medicamentos. Assim como ocorreu nas demais praias do RN e da Paraíba, foram verificadas, em Natal, embalagens de água mineral com rótulos indicando fabricação e distribuição o estado de Pernambuco, indica a secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo.

A pasta municipal afirma que o monitoramento terá continuidade até que o incidente seja cessado.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo