CIDADANIA

Vacinas: governadora do RN reforça pedido ao Ministério da Saúde para priorizar trabalhadores da educação

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), enviou na terça-feira (25) ofício ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reiterando o apelo para incluir profissionais da educação nos próximos grupos prioritários da vacinação contra a covid-19.

O documento foi enviado com cópia para a coordenadora do Plano Nacional de Imunização, Francieli Fantinato; o presidente do Conselho Nacional de Secretarias de Saúde (Conass), Carlos Eduardo Lula; e o presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). Wilames Freire.

Fátima lembra no texto enviado que no início deste ano fez o apelo, “por reconhecer a essencialidade da educação”. O pleito foi ratificado pelos demais governadores do Nordeste, que repercutiu e foi subscrito por todos os governadores do Brasil.

A carta destaca que a proteção do interesse de crianças e adolescentes na pandemia não se limita ao direito de recebimento de vacina para si ou ao atendimento à sua saúde, mas também ao funcionamento e manutenção de toda a rede de proteção integral ao seu pleno desenvolvimento humano, o que inclui o retorno das atividades pedagógicas presenciais.

“Não há dúvidas de que a imunização dos trabalhadores da educação que precisam, com urgência, retornar às atividades pedagógicas regulares presencialmente direcionadas a crianças e adolescentes, é matéria que supera os interesses puramente particulares desses profissionais e atinge a coletividade como um todo”, escreve a governadora potiguar, ao mencionar os direitos à saúde, à dignidade da pessoa humana e à educação básica.

Veja o documento:

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais