Ativistas acenderão velas em Ponta Negra em memória dos 500 mil mortos por covid-19 no país
Natal, RN 21 de jun 2024

Ativistas acenderão velas em Ponta Negra em memória dos 500 mil mortos por covid-19 no país

20 de junho de 2021
Ativistas acenderão velas em Ponta Negra em memória dos 500 mil mortos por covid-19 no país

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Ativistas de movimentos sociais, familiares de vítimas da Covid-19 e líderes religiosos lembram os mais de 500 mil mortos pela pandemia no Brasil e reivindicam vacinação em massa e segurança alimentar. O ato, que acontece em diferentes cidades do país, será realizado em Natal no dia 21 de junho, com concentração às 16h no Cemitério Público de Ponta Negra e caminhada até a à praia. Com caráter inter-religioso, a manifestação também se soma à Campanha Nacional Fora Bolsonaro e pede “vacina no braço e comida no prato”.

Em Natal, organizam o ato a Articulação Respira Brasil o Pacto pela Vida e pelo Brasil, o Fórum Inter-religioso, o Movimento Olga Benário, a Rede Emancipa e o Fórum Vila em Movimento. Ao chegar à praia, serão acesas as velas e realizada uma celebração inter-religiosa em homenagem às vítimas de Covid-19. Os manifestantes pedem que, nesse horário, as pessoas acendam velas de sua própria casa para se somar a este momento simbólico.

A ação já foi realizada quando o Brasil chegou às marcas de 300 mil e 400 mil mortos por Covid-19, números atingidos nos dias 24 de março e 29 de abril, respectivamente. Agora, com os depoimentos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em curso no Congresso Nacional, a política genocida de Jair Bolsonaro foi escancarada. O governo federal ignorou mais de cem e-mails da farmacêutica Pfizer, que buscava vender vacinas para o Brasil. O diretor do Instituto Butatan, Dimas Covas, afirmou à CPI que, se não fosse a demora na definição do contrato e na aprovação da Coronavac, o Instituto teria entregado 60 milhões de doses em 2020. Com as duas ofertas, o Brasil deveria ter iniciado a vacinação contra a Covid-19 ainda no ano passado. Enquanto isso, o auxílio emergencial foi descontinuado no início deste ano e retomado com valor menor: entre R$ 150 e R$ 375.

Por outro lado, o governo apostou na “imunização de rebanho” através da contaminação e foi contra as medidas de distanciamento social. Apenas o presidente Bolsonaro esteve em pelo menos 84 aglomerações desde o começo da pandemia. No início deste mês, ele anunciou que o país sediaria a Copa América. O SBT, que tem o direito de transmissão do campeonato, é dirigido por Silvio Santos, sogro do ministro das Comunicações (PSD-RN). Até 1º de junho, dos mais de 200 países pesquisados pelo Our World in Data, o Brasil ocupava a 79ª posição no ranking de pessoas que receberam ao menos uma dose proporcionalmente à população. A informação foi levantada pela Agência Lupa, ao verificar que é tendenciosa a afirmação feita pelo presidente, em pronunciamento em rede nacional no dia 02 de junho, de que o Brasil é o quarto país que mais vacina no planeta.

SERVIÇO

Ação Por Memória e Justiça – #LutoPorMeioMilhão
Data: 21/06/2021
Horário: 16h
Local: concentração no Cemitério Público de Ponta Negra (Rua Poeta Jorge Fernandes, s/n) e caminhada até a praia (em frente ao Minnemann Surf – Rua Erivan França, 230A)

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.