Alerta: O fascismo não foi derrotado !
Natal, RN 18 de mai 2024

Alerta: O fascismo não foi derrotado !

29 de julho de 2021
Alerta: O fascismo não foi derrotado !

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O que tem a ver a publicação da SECOM, autarquia do governo federal, sobre o “Dia do Agricultor”, em que o novo bufão fascista, Fabio Faria, permitiu ou ordenou a publicação de um texto negacionista e uma foto que fez apologia a violência no campo; a prisão do Galo, que comandou a tentativa de defumação da estátua, horrorosa por sinal, de Borba Gato, em São Paulo; e a opinião da procuradora; e o abraço nazista do Mandrião com a deputa nazista germânica?

A imagem de um caçador e não de uma agricultor, homenageando o Dia do Agricultor, em flagrante apologia ao armamento dos proprietários rurais, é mais uma demonstração de que a ignorância faz parte do corolário de Fabio Faria, que aliás é especialista em “estar do lado certo”, pois antes de se ajoelhar ao fascismo era admirador da ex-presidenta Dilma Rousseff. A mensagem da postagem, estúpida no conteúdo, deveria ser investigada pela Procuradoria Geral da República (PGR), que obviamente não o fará. A Associação Brasileira do Agronegócio e a Associação de Agricultura Familiar, ambas representantes dos interesses dos agricultores, repudiaram a postagem. Posteriormente Fabio Faria mandou retirar a postagem.

A prisão, feita com uma rapidez impressionante, pela polícia civil de São Paulo, do militante Paulo Roberto da Silva Lima, líder dos entregadores, a legião de “expulsos do mercado de trabalho”, sobreviventes do capitalismo, que assumiu a tentativa de defumação da estátua de Borba Gato, como se Galo fosse comandante de uma esquadra terrorista de proporções tais que seriam uma ameaça ao nosso país, é de uma desfaçatez que, apesar de parecer impressionante, reflete a face sombria da polícia. Aliás, a esposa de Galo, que o acompanhou, também foi presa, a mando da juíza Gabriela Marques da Silva Bertoli, do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), que parece ter visto Osama Bin Laden, como líder dessa defumação infeliz.

Parecem fatos isolados, fruto dessa esculhambação em que se transformou o nosso país

Desde 2004 que Bolsonaro faz publicações e postagens demonstrando carinho e admiração por Hitler e Mussolini e sua postura nunca escondeu suas reais intenções. Ele só não tinha as costas largas e com a destruição do campo político, feita pelo Judiciário, a partir, e não devemos nos esquecer, do famigerado processo conduzida por Joaquim Barbosa, chamado de “mensalão” e que culminou na articulação de uma gangue de procuradores, fincados no Ministério Público Federal do Paraná e, hoje sabe-se, comandada pelo então juiz Moro. A “adoção” do Mandrião fascista, por setores do capital financeiro, industrial e do campo (os ruralistas) deu o aval para se produzisse uma “aliança do mal” que profanou o processo eleitoral de 2018 e gerou essa aberração fascista.

Já o empresário José Sabatini, um idoso patético, que mora em Campinas, interior de São Paulo, e que para sair do ostracismo, gravou vídeo ameaçando-o com um revólver, em 17 de março deste ano e agora a promotora Maria Paula Machado de Campos solicitou a rejeição da queixa-crime, afirmando que o acusado, pobrezinho, agiu por comoção e exercendo a "livre manifestação do pensamento". Na prática a promotora impediu a denúncia e livrou a cara desse marginal e, por tabela, é um sinal para os fascistas se sentirem animados e concretizarem suas ameaças físicas aos adversários, o que pode levar a um confronto social de imprevisível violência. A infeliz promotora fechou sua patética “defesa” do marginal dizendo que “o direito penal não pode censurar a livre manifestação do pensamento”.

Esse conjunto de fatos, demonstrando claramente que, apesar de estar com a popularidade em baixa, o Mandrião fascista tem ainda muito combustível para queimar, pois encontra eco e apoio em todos os grupos sociais, especialmente aqueles que estão atuando dentro do aparelho do Estado. Ele está se articulando, formando uma base parlamentar e conta com a diminuição da sua rejeição, depois que a vacinação estiver atingindo a maior parte da população adulta.

Enquanto a Esquerda mantém a discussão sobre a defumação de estátuas, o governo com a melhoria da economia está se recuperando com perspectivas de alta no PIB, das altas de commodities (soja e minério de ferro); está trabalhando para fazer do Auxílio Emergencial uma boa plataforma eleitoral. O Mandrião não está derrotado.

É preciso ter muito esforço e cuidado na construção da frente anti-Bolsonaro, ou os progressistas estarão condenados a viverem mais quatro anos escondidos no parlamento e pensando nas eleições de vereadores e prefeitos em 2024, sendo que quem pagará o ônus dessa derrota histórica, que espero não acontecer, será a população, especialmente a mais pobre.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.