CEI da covid-19 ganha mais uma assinatura e seis vereadores são a favor da investigação de gastos da Prefeitura de Natal na pandemia
Natal, RN 30 de mai 2024

CEI da covid-19 ganha mais uma assinatura e seis vereadores são a favor da investigação de gastos da Prefeitura de Natal na pandemia

9 de julho de 2021
CEI da covid-19 ganha mais uma assinatura e seis vereadores são a favor da investigação de gastos da Prefeitura de Natal na pandemia

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Além dos vereadores da oposição: Ana Paula (PL), Brisa Bracchi (PT), Divaneide Basílio (PT), Pedro Gorki (PC do B) e Robério Paulino (PSOL), mais um parlamentar declarou apoio à instalação da Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar os gastos da Prefeitura de Natal durante a pandemia da covid-19, o vereador Anderson Lopes (SD).

Em suas redes sociais, Anderson adiantou que assinará o requerimento com pedido para instauração da CEI) na Câmara Municipal para apurar as denúncias que culminaram na Operação “Rebotalho”, deflagrada pela Polícia Federal em 1º de julho, em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU) e o Ministério Público Federal (MPF/RN). A Operação é resultado de investigação a possível prática dos crimes de dispensa indevida de licitação, superfaturamento e peculato na aquisição de respiradores adquiridos pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal para o Hospital de Campanha da capital potiguar.

Eu sou vereador independente. Meu único interesse é com a verdade. Por isso, decidi assinar a abertura da CEI. Se existem indícios de irregularidades, sejam elas de qualquer natureza, isso precisa ser investigado para que os culpados sejam punidos. Pela falta de respiradores, pessoas morreram. E se houve irregularidade na aquisição deles, isso não pode ficar impune”, declarou o vereador Anderson Lopes.

Imagens: Reprodução redes sociais

O Regimento Interno da Câmara estabelece que para a abertura da CEI é preciso a assinatura mínima de um terço da quantidade total de parlamentares, ou seja, dez integrantes. Por enquanto, o documento conta com a assinatura de Divaneide Basílio, Robério Paulino, Brisa Bracchi, Ana Paula e Pedro Gorki (PC do B), que toma posse nesta sexta (9), no lugar de Júlia Arruda, que assumiu a Secretaria Estadual das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (Semjidh).

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.