Principal

Polícia Federal desarticula grupo que fraudava Auxílio Emergencial em Mossoró, Tibau e Grossos

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta (8), uma operação para desarticular um grupo que atuava fraudando o recebimento do Auxílio Emergencial no Rio Grande do Norte, especificamente, nas cidades de Mossoró, Tibau e Grossos, onde foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão.

Durante as investigações, que começaram em fevereiro, foi identificado que o grupo criminoso realizava o cadastro de terceiros para recebimento do benefício emergencial por meio do aplicativo CAIXA TEM e, após a concessão do auxílio, os valores eram movimentados para contas controladas pelos integrantes da quadrilha por meio de transferências eletrônicas ou de pagamentos de boletos. Até o momento, foi identificado o recebimento indevido de 28 parcelas do Auxílio Emergencial, totalizando um prejuízo de mais de R$ 15 mil aos cofres públicos.

O levantamento das informações foi feito a partir da análise de notícias de fraudes ao Auxílio Emergencial constantes da Base Nacional de Fraudes ao Auxílio Emergencial (BNFAE), que centraliza as contestações de beneficiários à Caixa Econômica Federal. Os envolvidos vão responder pelos crimes de furto qualificado e estelionato qualificado. Somadas, as penas podem chegar a 14 anos e 8 meses de reclusão. A operação foi batizada de “Espúrio”, numa referência a tudo aquilo que não é legítimo, tal qual o recebimento indevido do Auxílio Emergencial.

Foto: cedida
Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo