Sem imunização completa, professores do RN vão à Justiça contra volta às aulas presenciais
Natal, RN 24 de mai 2024

Sem imunização completa, professores do RN vão à Justiça contra volta às aulas presenciais

13 de julho de 2021
Sem imunização completa, professores do RN vão à Justiça contra volta às aulas presenciais

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte/RN) deve ir à Justiça para evitar a volta às aulas presenciais na rede pública estadual antes da conclusão da imunização completa dos trabalhadores das escolas. No fim de semana, a Justiça do RN determinou o retorno das aulas presenciais para 19 de julho e o Sindicato se diz surpreso com a decisão e que vai çontinuar defendendo 'o retorno das aulas presenciais com segurança para a comunidade escolar e após a imunização completa dos profissionais da educação contra a Covid-19'.

Em texto publicado no site da categoria, o Sinte/RN pontua que a ação na Justiça vai depender da resposta do Governo acerca da decisão judicial sobre o retorno das atividades presenciais nas escolas e que, após esse pronunciamento oficial, convocará uma Assembleia da categoria para discutir mais uma vez a questão e traçar estratégias de mobilização. "Não está descartada a convocação de uma greve em defesa da vida", diz o texto.

Em reunião ocorrida semana passada, representantes do Sinte/RN já tinham reafirmado ao Governo que a Rede Estadual de Ensino só retornaria suas atividades presenciais após a 2ª dose da vacina contra a Covid-19. Esse posicionamento foi aprovado pela categoria em diversas assembleias realizadas de dezembro para cá, considera os riscos de contaminação existentes no retorno presencial sem que o ciclo de imunização esteja concluído e, inclusive, foi reapresentado pelo Sindicato ao Secretário Estadual de Educação (SEEC), professor Getúlio Marques, em audiência no dia 06/07.

Pelo plano de retomada do ensino presencial apresentado pelo Governo do Estado e determinado pela Justiça, as atividades presenciais nas escolas começam a partir do dia 19 de julho, com o acolhimento de professores, estudantes e responsáveis, e o início do ano letivo de 2021 para o dia 26 de julho.

Ontem (12), em entrevista ao programa Balbúrdia da Agência Saiba Mais, Getúlio Marques disse que a retomada irá observar o cenário epidemiológico e que será feita em etapas. Os grupos serão: 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e 3ª série do Ensino Médio; 6º e 7º ano do ensino fundamental e 2º ano do Ensino Médio; 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio.

A Secretaria Estadual garante que desde abril todas as nossas unidades de ensino adotaram os protocolos sanitários para esse retorno. "Cada unidade recebeu verba extra para esse momento".

Rede de Natal está em greve
Em assembleia ocorrida dia 6 deste mês, e que definiu greve na rede de ensino de Natal, o Sinte/RN teve como base a baixa cobertura da vacinação contra a Covid para os trabalhadores em Educação e a falta de diálogo com o Prefeito Álvaro Dias sobre o reajuste da categoria. A greve no município foi deflagrada e está em curso.

De acordo com o RN+Vacina, 69.330 profissionais da educação receberam, pelo menos, uma dose do imunizante contra a Covid-19 em todo o Rio Grande do Norte. Segundo a Secretaria Estadual de Educação, somando todas as redes de ensino, pública e privada, temos algo em torno de 120 mil trabalhadores.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.