Persie apresenta Odaléa, primeiro álbum de memórias afetivas entre o sertão, o litoral e a cidade grande
Natal, RN 20 de mai 2024

Persie apresenta Odaléa, primeiro álbum de memórias afetivas entre o sertão, o litoral e a cidade grande

27 de agosto de 2021
Persie apresenta Odaléa, primeiro álbum de memórias afetivas entre o sertão, o litoral e a cidade grande

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Depois de lançar uma série de singles em 2021 que vem chamando  a atenção do público  e mídia, como "Baixo Oceano", com Luisa Nascim (Luísa e os Alquimistas) e "Antenas" , a cantora e compositora baiana PERSIE estreia seu primeiro álbum: "Odaléa". O título é uma referência ao nome de batismo da cantora, à ópera de Carlos Gomes e também ao nome da avó dela, de quem herdou o amor pela música.

O disco  tem como enredo um conto com referências autobiográficas e memórias afetivas, onde a "Mulher Gigante", personagem fictício, nasce numa pequena cidade do sertão, se sente oprimida pelo seu tamanho desproporcional e foge para o litoral até chegar à cidade grande. As influências sonoras e letras do disco também passeiam por estas geografias e memórias afetivas do sertão nordestino, a exemplo do brega de "Reginaldo Rossi" e a psicodelia de "Alceu Valença". No litoral, estão encrustrados o samba-reggae de " Margareth Menezes" e "Timbalada", o rock progressivo de "Cidadão Instigado", até chegar a música sintética das máquinas das grandes cidades, como "Kraftwerk", "Edgar",  e etc.

Capa do novo disco de Persie / Foto: Evely Cardoso (voog) | Arte: Luís Só

O álbum começou a ser produzido no fim de 2019, por Persie, Dreg Araújo , Carlos Tupy e Dio Costa, tem participação também de produção musical de Pedro Regada e IBRAIN Project, e "feats"  com Dieguito Reis (Vivendo do ócio), Luísa Nascim (Luísa e os Alquimistas) e Tatá Aeroplano.

“O disco fala sobre a força da mulher, principalmente da mulher nordestina, em uma alusão à “mulher gigante”, que sou eu mesma e muitas. Imprime o movimento retirante moderno do sertão à cidade grande, que neste roteiro geográfico, é a busca da mulher em algo que está dentro dela mesma. É muito pessoal e importante este disco porque marca um momento de afirmação na minha carreira musical", diz  Persie.

Além do lançamento do disco, Persie também lança nesta sexta-feira (27) o videoclipe da música "Chácara Primavera" produzido em Salvador pela cineasta Thais Demelo.

Sobre a artista: 

Persie é uma artista multiplataforma baiana que viveu e atuou em São Paulo/SP entre 2011 e 2020  à frente da banda "Groupies do Papa".  Estudou artes plásticas na UFBA e cursos livres de cinema e vídeo na Universidade de Palermo, em Buenos Aires/AR .

Atua como diretora de arte e diretora no audiovisual; ilustradora de livros e capas de disco, musicista autodidata, atua como cantora , compositora e produtora musical em seus projetos.

Atualmente, Persie reside em Natal/RN realizando intercâmbios artísticos com músicos, artistas e bandas locais, além de promover seu projeto solo: Pe.

Assista ao videoclipe “Chácara Primavera”:

https://www.youtube.com/watch?v=eN6sm3e57KE

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.