Currais Novos, Umarizal e Bom Jesus entram na lista de municípios potiguares em situação de emergência por estiagem ou seca
Natal, RN 26 de mai 2024

Currais Novos, Umarizal e Bom Jesus entram na lista de municípios potiguares em situação de emergência por estiagem ou seca

18 de agosto de 2021
Currais Novos, Umarizal e Bom Jesus entram na lista de municípios potiguares em situação de emergência por estiagem ou seca

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Governo Federal, por meio da Defesa Civil Nacional, reconheceu situação de emergência em oito cidades brasileiras atingidas por desastres naturais. A decisão foi publicação no Diário Oficial da União (DOU) nesta quarta-feira, 18.

Dentre os municípios, três estão localizados no Rio Grande do Norte: as cidades de Bom Jesus e Umarizal são atingidas pela estiagem, quando há ausência ou queda no volume de chuvas previstas para uma determinada temporada. Já Currais Novos, também listado, passa por período de seca, uma forma agravada da estiagem, com período sem precipitações prolongado que provoca desequilíbrio dos recursos hidrológicos.

Ao todo, pelo menos 89 municípios potiguares se encontram na mesma condição, sendo 87 também por seca ou estiagem.

Ainda no Nordeste, também entrou na lista recém-publicada o município de Irauçuba, no Ceará, por situação de seca.

As demais localidades listadas na portaria são da região Sul do país, sendo três no Rio Grande do Sul: Getúlio Vargas; Guabiju; e Sananduva; e Balneário Gaivota, que sofreram chuvas de granizo, e em Santa Catarina, em situação de emergência por enxurradas. Até agora, 27 municípios gaúchos e 81 catarinenses já estão em situação de emergência.

Reconhecimento para acesso a recursos

O reconhecimento da situação de emergência possibilita que os municípios solicitem recursos do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR). Esse acesso se dá para o enfrentamento do problema e ações de resposta, voltadas ao socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, e de reconstrução de infraestrutura danificada pelos desastres.

Outras localidades podem solicitar o reconhecimento federal a partir do preenchimento do Formulário de Informação de Desastre (FID).

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.