“O supermercado é o grande opositor ou cabo eleitoral de um governo”, diz especialista em Políticas Públicas
Natal, RN 27 de mai 2024

“O supermercado é o grande opositor ou cabo eleitoral de um governo”, diz especialista em Políticas Públicas

30 de agosto de 2021
“O supermercado é o grande opositor ou cabo eleitoral de um governo”, diz especialista em Políticas Públicas

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

“Quando as pessoas têm o prato cheio, você desencadeia um conjunto de situações que eleva a confiança, a autoestima de uma pessoa, e também a aprovação de um governo”, analisa o professor do Departamento de Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Anderson Cristopher Santos, em entrevista ao Programa Balbúrdia desta segunda-feira (30).

O doutor em Ciências Sociais completa que, quando a cesta básica está cara, o governo federal terá muita dificuldade em reverter a opinião pública, não importando a narrativa criada ou os factoides inventados para tentar convencer a população de que a gestão é boa.

A opinião do especialista anuncia possíveis consequências da inflação elevada no próximo pleito presidencial. Ele prospecta que o cenário mais provável para as Eleições 2022 é a vitória do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) em segundo turno com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A afirmação é feita “considerando que o presidente vai manter 25% do eleitorado, porque ele tem a caneta, porque de 15 a 18% entende que um governo autoritário é uma saída pra o país”.

O segundo cenário é de vitória de Lula em primeiro turno. O terceiro, vitória de Bolsonaro em cima de Lula no segundo turno, mas para isso, seria necessária grande melhora no cenário econômico até lá.
A quarta possibilidade apontada pelo professor é de vitória do ex-presidente Lula sobre qualquer outro candidato.

“Depende disso profunda degradação das condições econômicas e o Bolsonaro poderia mesmo ficar de fora do segundo turno. O apagão também pode gerar vitória de Lula em primeiro turno”, arrisca, lembrando que a crise hídrica tem trazido à tona o fantasma do racionamento de energia.

O outro cenário é de vitória de um adversário externo a essa disputa já posta – que o eleitorado ainda não conhece – contra Lula, emplacando a ideia de terceira via, hoje inviável, na opinião do professor.

O último cenário provável seria a vitória de Bolsonaro sobre qualquer outro que não seja Lula. “Esse é um cenário muito remoto, considerando o percentual de pessoas que se consideram simpáticas ao PT”, frisa o especialista.

Anderson Santos lembra também que a inflação afeta de maneira diferente as pessoas e extratos da sociedade, configurando assim diferentes índices de inflação.

“Existe a inflação que atinge os idosos, afinal de contas são os que mais consomem medicamentos e equipamentos de saúde. A experiência dos mais velhos é diferente dos mais jovens. Pessoas que moram em condomínios geralmente são usuárias do gás encanado e são afetadas de maneira diferente daquelas que consomem o botijão”, detalha.

O doutor aponta ainda que existem pessoas usam indicadores como a alta da bolsa Ibovespa, o preço do dólar e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para sinalizar a saúde da economia, mas que isso é muito diferente de como outras pessoas percebem a economia.

“A economia não se encerra nisso, mas também no emprego, no acesso ao crédito, nos diferentes impactos da inflação. É possível que exista crescimento do PIB, mas não seja um crescimento inclusivo, que se traduza em emprego, aumento de renda, etc”, acrescenta o professor que comentou também sobre a importância fiscal na composição política estadual durante a entrevista.

Confira:

[embed]https://youtu.be/EpD88Sx9Uos[/embed]

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.