DEMOCRACIA

“É melhor Rogério Marinho se explicar sobre sua gestão do que apontar o dedo para a administração estadual”, ironiza Francisco do PT

O deputado estadual Francisco do PT ironizou as críticas que o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho fez em uma avaliação sobre os mil dias do governo Fátima. À imprensa local, o potiguar disse que a gestão do PT no Rio Grande do Norte era “sofrível e sem marcas”.

Pelo twitter, Francisco do PT citou escândalos e crises envolvendo o governo Bolsonaro e sugeriu ao ministro que demande tempo explicando sua própria gestão ao invés de apontar o dedo para a administração estadual:

– Ao responder sobre os mil dias de governo, o ministro Rogério Marinho deve ter entendido que era sobre a gestão federal que ele participa. Segundo o Globo, em 1000 dias, o governo Bolsonaro esteve envolvido ou criando 100 crises, dentre estas a queda de 19 ministros, briga com o STF, volta da inflação e a péssima condução da pandemia. É melhor RM se explicar sobre a sua gestão do que apontar o dedo para a administração estadual. Aliás, as pesquisas de opinião pública mostram o nosso governo aprovado e o dele imensamente desaprovado”, rebateu o parlamentar.

Marinho está envolvido num dos principais escândalos do governo Bolsonaro. Batizado de Tratoraço, o esquema revelado pelo jornal Estado de S.Paulo mostrou que o governo criou um orçamento paralelo, a partir do ministério do Desenvolvimento Regional, para abastecer com emendas especialmente parlamentares do chamado Centrão. O TCU e o MPF também investigam superfaturamento na compra de tratores.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"