Natal inicia vacinação de adolescentes de 12 anos com deficiência permanente ou comorbidades
Natal, RN 17 de mai 2024

Natal inicia vacinação de adolescentes de 12 anos com deficiência permanente ou comorbidades

14 de setembro de 2021
Natal inicia vacinação de adolescentes de 12 anos com deficiência permanente ou comorbidades

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Natal inicia a vacinação de adolescentes a partir de 12 anos de idade com comorbidades ou deficiência permanente nesta quarta-feira (15). Esse público poderá se dirigir a qualquer ponto de aplicação das vacinas contra a covid-19, acompanhados dos pais ou representantes legais, sendo necessário comprovar que pertencem ao grupo prioritário.

Os adolescentes com deficiência permanente devem apresentar laudo médico, uma cópia do documento oficial de identidade com indicação de deficiência ou qualquer outro documento que indique tal condição, além do cartão de vacinação e comprovante de residência de Natal.

Aqueles com comorbidades precisam apresentar cópia de um dos documentos comprobatórios, como laudos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde; declarações com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde; prescrições médicas (somente as que tiverem carimbo ou cupom grampeado da farmácia da UBS ou ProSus, Unicat ou Hiperdia); relatórios médicos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde; ou ainda cadastro no Hiperdia, ProSus ou Unicat.

A lista das comorbidades descritas no Plano Nacional de Operacionalização pode ser acessada no https://vacina.natal.rn.gov.br. A plataforma também mostra endereços de todos os pontos de vacinação da capital potiguar, tempo de espera na fila nos drives e todas as informações da vacinação da capital.

A Prefeitura lembra que, para agilizar o processo de imunização, é ideal que seja efetuado o cadastro no RN Mais Vacinas.

Segunda dose

A segunda dose dos imunizantes está disponível nos quatro drives e nas 35 salas de vacinação.

Podem tomar a segunda dose, as pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac e quem tomou a primeira da AstraZeneca/Oxford ou Pfizer até 8 de julho.

As grávidas que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não receberam a segunda dose, poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer nas 35 UBS ou qualquer drive de vacinação.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.