Depois de suspender linhas na pandemia, Prefeitura de Natal quer criar nova rede de transporte público
Natal, RN 26 de mai 2024

Depois de suspender linhas na pandemia, Prefeitura de Natal quer criar nova rede de transporte público

30 de setembro de 2021
Depois de suspender linhas na pandemia, Prefeitura de Natal quer criar nova rede de transporte público

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Foi disponibilizada para consulta pública a proposta da nova rede de transporte público criada pela Prefeitura de Natal que quer rever o atual itinerário dos ônibus. O mapa completo da nova rede, dias úteis, sábados, domingos e feriados, além de cada linha em arquivo individualizado estão disponíveis em: https://natal.rn.gov.br/sttu/transportePublico.

Depois de avaliar a nova rede de transporte coletivo, o usuário poderá repassar sua opinião e contribuições à STTU (CLIQUE AQUI), o formulário ficará disponível até o dia 25 de outubro. Segundo o Diretor de Estudos e Projetos da secretaria de Trânsito da capital, também serão realizados encontros virtuais e presenciais para explicar essas mudanças no transporte para as comunidades.

O projeto foi apresentado depois que, no início de setembro, cerca de 50 pessoas ocuparam a sede da Secretaria e Mobilidade Urbana de Natal (STTU), no bairro da Ribeira, pedindo a volta das linhas retiradas durante a pandemia do novo coronavírus.

Desde o início da pandemia, 20 linhas de ônibus foram suspensas na capital potiguar: 01A, 01B, 12-14, 13, 18, 20, 23-69, 30A, 31A, 34, 41B, 44, 48, 57, 65, 66, 81, 587, 588 e 592. Além disso, em agosto, a SSTU caçou o Termo de Permissionário de 47 linhas do transporte alternativo da capital porque, segundo a Secretaria, os veículos não estavam em operação.

Imagem: cedida

Outras matérias sobre o assunto:

População ocupa STTU e pede retorno de linhas de ônibus retiradas na pandemia em Natal

Seturn diz que isenção de ISS e ICMS tem impacto de apenas 40 centavos na tarifa e pede subsídio à Prefeitura de Natal

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.