RN tem 19 casos confirmados de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica associada à covid
Natal, RN 29 de mai 2024

RN tem 19 casos confirmados de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica associada à covid

17 de setembro de 2021
RN tem 19 casos confirmados de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica associada à covid

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Até esta sexta (17), foram registrados em todo Rio Grande do Norte 48 casos suspeitos de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) em crianças e adolescentes (0 - 19 anos), temporalmente associada à covid-19. Desses, 19 foram confirmados, 22 casos descartados e sete permanecem em investigação, segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap).

A maioria dos casos confirmados no RN são do sexo masculino, na faixa etária de 5 a 14 anos e os principais sintomas apresentados foram dores abdominais, náuseas/vômitos, edema de mãos e pés e/ ou edema de face e anasarca (edema generalizado). Dos casos notificados, dois pacientes foram a óbito, sendo um confirmado e o outro descartado para a SIM-P, ambos eram residentes de Natal.

Apesar dos casos notificados, segundo boletim divulgado pela Sesap, a covid-19 entre crianças e adolescentes na faixa dos 0 aos 19 anos não apresenta taxas de incidência elevadas, com a mortalidade e a internação geralmente associadas à presença de comorbidades. Médicos de outros países como Itália e Reino Unido já tinham registrado o surgimento da síndrome inflamatória multissistêmica em crianças e adolescentes. A doença leva o paciente a um estado crítico de saúde. Os sintomas são semelhantes àqueles apresentados por quem desenvolve a doença de Kawasaki, doença infantil rara que acomete, na maioria dos casos, crianças entre 1 e 5 anos de idade e que provoca inflamações no corpo atingindo, principalmente, os vasos coronarianos (vasculite). Quando evolui para o quadro mais grave, a doença de Kawasaki provoca a formação de aneurisma nas artérias, arritmia e infarto agudo do miocárdio.

No RN, a maioria das notificações ocorreram nas unidades públicas (86%), com destaque para o Hospital
Maria Alice Fernandes (56%) e Hospital Onofre Lopes (24%). Nos privados, só ocorreram
notificações no Hospital Wilson Rosado (10%) e Hospital do Coração (2%).

Pelo protocolo definido pelo Ministério da Saúde, pode ser diagnosticado com a Síndrome, pacientes entre 0 e 19 anos que apresentem febre elevada, acima dos 380, e persistente, com duração de dois a três dias, associada a outros sintomas como conjuntivite não purulenta ou erupção cutânea bilateral ou sinais de inflamação oral, nas mãos ou pés; hipotensão arterial ou choque; manifestações de disfunção miocárdica, pericardite, valvulite ou anormalidades coronárias; evidência de coagulopatia ou manifestações gastrointestinais agudas, como diarreia, vômito ou dor abdominal.

No Brasil, atualmente, há seis casos em investigação, dentre eles um caso de Natal. O paciente já recebeu alta hospitalar, mas, por se tratar de uma nova situação, o caso está em investigação em conjunto com o Ministério da Saúde para encerramento.

Principais sintomas dos pacientes no RN I Fonte: Sesap

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.