Hospital diz que vídeo de prefeito de Mossoró durante cirurgia ginecológica foi gravado em inspeção de fiscalização
Natal, RN 24 de mai 2024

Hospital diz que vídeo de prefeito de Mossoró durante cirurgia ginecológica foi gravado em inspeção de fiscalização

13 de outubro de 2021
Hospital diz que vídeo de prefeito de Mossoró durante cirurgia ginecológica foi gravado em inspeção de fiscalização

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Depois da polêmica em torno do vídeo gravado e postado em redes sociais pelo prefeito de Mossoró, Alysson Bezerra (Solidariedade), durante a realização de uma cirurgia ginecológica no Hospital Maternidade Almeida Castro, a unidade se manifestou e explicou que a gravação foi realizada na última sexta (8), durante atos de fiscalização da retomada dos serviços de cirurgias eletivas na unidade, que é gerida pela Apamim (Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e Infância de Mossoró).

Em nota, a Apamim afirmou que não houve exposição indevida da paciente e que, apesar da movimentação, foi mantida a ordem no ambiente. Além disso, a Associação destacou que a visita faz parte do direito e dever de autoridade pública de fiscalizar a prestação dos serviços. Ainda segundo a instituição, a paciente que passou por cirurgia já recebeu alta e não registrou queixa pela gravação.

Mas, na avaliação do Conselho Regional de Serviço Social (Cress), a retomada das cirurgias não justifica a entrada das pessoas na sala de cirurgia e que o acesso ao local deveria ser permitido apenas às pessoas ligadas diretamente à cirurgia ou profissionais de saúde, principalmente, diante da situação de pandemia.

A direção do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (Cremern) anunciou por meio de nota que abriu procedimento interno para apurar o caso. Nesta segunda (13), o vídeo já havia sido removido das redes sociais, tanto da prefeitura de Mossoró, quanto do prefeito Alysson Bezerra.

O Hospital Maternidade Almeida Castro é uma entidade filantrópica mantida com recursos públicos. Segundo a prefeitura de Mossoró, as cirurgias ginecológicas estavam suspensas há anos, o que resultou numa fila de espera de mais de 450 mulheres.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.