Com vitória inédita, RN pode representar Brasil no Mundial de Xadrez na Polônia
Natal, RN 25 de jun 2024

Com vitória inédita, RN pode representar Brasil no Mundial de Xadrez na Polônia

13 de dezembro de 2021
Com vitória inédita, RN pode representar Brasil no Mundial de Xadrez na Polônia

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Pela primeira vez em sua história, o Rio Grande do Norte poderá representar o Brasil no Campeonato Mundial de Xadrez que será realizado entre os dias 25 e 31 de dezembro, em Varsóvia, na Polônia. O feito foi conquistado por Renée Brambilla, que venceu o Campeonato Brasileiro de blitz e rápidas, conseguindo a classificação pro mundial.

Agora, para conseguir viajar ela precisa conseguir um patrocínio ou juntar R$ 15 mil para todas as despesas, incluindo passagens e hospedagens. Ligada na importância das redes sociais, Renée já fez um posto pedindo patrocínio ao Governo do Estado.

https://twitter.com/reneetissot/status/1470169049124511758

Estava fazendo o orçamento para saber quanto preciso pedir. Ainda vou bater na porta da Prefeitura, da Secretaria de Esportes... tá muito em cima”, conta Renée que nasceu em São Paulo, mas já mora em Natal desde os cinco anos e está inscrita como representante do Rio Grande do Norte. O sobrenome “diferente” vem do pai, de origem chilena e italiana. Ela conta que aprendeu a jogar xadrez com a irmã, aos 13 anos de idade.

Aprendi com minha irmã, que aprendeu na escola e me ensinou para ter com quem jogar. Só que eu me interessei mais do que ela e, com o tempo, ela perdeu o interesse e até parou de jogar e eu não. Competi nos Jern’s [Jogos Escolares do RN], fui atleta ouro e campeã estadual aos 16 anos”, conta Renée, que parou com o xadrez depois de entrar na faculdade, no curso de Rádio e Tv da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

“Depois que concluo o curso cheguei a trabalhar em audiovisual como assistente de produção e direção em Natal, mas depois parei e fui fazer outras coisas. Como na pandemia estava sem emprego, voltei a estudar xadrez e me encantei de novo. Quero ser atleta e estou estudando pra isso”, conta determinada.

Há três modalidades de disputa no xadrez: o Clássico, onde cada jogador tem 1h30 para vencer a partida; o Rápido, de 15 minutos; e o Blitz, de apenas três minutos. Renée venceu, justamente, nas categorias Rápido e Blitz.

Renée Brambilla, durante partida de xadrez I Foto: cedida

Como ajudar:

Pix: [email protected]

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.