Fátima Bezerra confirma entrega do Forte dos Reis Magos no dia 25 de dezembro
Natal, RN 14 de jul 2024

Fátima Bezerra confirma entrega do Forte dos Reis Magos no dia 25 de dezembro

13 de dezembro de 2021
Fátima Bezerra confirma entrega do Forte dos Reis Magos no dia 25 de dezembro

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O feriado do Natal, dia 25 de dezembro, será marcado por um evento importante para a capital potiguar neste ano: a reabertura do Forte dos Reis Magos. A reforma, iniciada em 2018, está na reta final e a governadora Fátima Bezerra (PT) confirmou nesta segunda-feira (13) a data da solenidade de reabertura.

“O Forte faz parte dos equipamentos culturais que estamos reestruturando e entregando novamente ao povo potiguar. Dia 25/12 nos vemos no Forte!”, compartilhou em rede social.

O governo Fátima começou com uma série de prédios históricos fechados e já devolveu à população, após reformas, a Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão (Edtam), o Espaço Cultural João Paulo II (Papódromo) e a Pinacoteca Potiguar.

Ainda em dezembro serão entregues a Biblioteca Câmara Cascudo e o Teatro Alberto Maranhão. O Complexo Cultural Rampa ficará para o primeiro semestre de 2022.

O Forte, marco inicial de Natal, já tem paredes restauradas, piso e teto novos, acessibilidade para pessoas com deficiência e readequação da passarela de acesso, das salas de exposição e das lojinhas, além de uma estação compacta para tratar água e esgoto dos banheiros.

O investimento somou R$ 4,7 milhões em recursos estaduais, viabilizados pelo Projeto Governo Cidadão junto ao empréstimo com o Banco Mundial, em parceria com a Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e a Fundação José Augusto (FJA), com obra fiscalizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Forte dos Reis Magos

A edificação é de 1599. Recebeu o nome de Forte dos reis Magos por causa da data de início da sua construção, 6 de janeiro de 1598, dia de Reis pelo calendário católico. Tombado em 1949, esteve sob administração da Fundação José Augusto até 2013, quando passou para o Iphan. A última obra de recuperação ocorreu há mais de 15 anos.

Em maio de 2017, o Forte retornou à gestão do Governo com uma cessão inicial de 20 anos. A condição em que o prédio foi entregue obrigou o início da restauração. No final de 2018 apenas 3,9% da obra estava executada, devido a erros de planejamento e outras inconsistências. A retomada dos trabalhos só foi possível graças a um Termo de Ajustamento de Gestão entre o Governo do Estado e o Tribunal de Contas do Estado, firmado em setembro de 2020.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.