Natal reduz para quatro meses intervalo para dose de reforço (D3) em idosos
Natal, RN 20 de mai 2024

Natal reduz para quatro meses intervalo para dose de reforço (D3) em idosos

8 de dezembro de 2021

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Por causa da baixa procura, a Secretaria Municipal de Saúde de Natal decidiu, nesta quarta (8), reduzir o intervalo para aplicação da dose de reforço (D3) das vacinas contra a covid-19. Agora, o intervalo entre a segunda (D2) e terceira dose (D3) passa a ser de quatro meses e não mais de cinco, como estipulado anteriormente.

Na capital, 40 mil pessoas podem receber a dose de reforço, em qualquer um dos pontos de vacinação (unidades básicas, drives ou trailer da árvore de Mirassol - este último de quinta a domingo). Para isso, é preciso estar dentro dos critérios de intervalo, com documentação comprobatória do esquema vacinal concluído com Coronavac, Oxford ou Pfizer.

Os detalhes sobre documentação, quem pode se vacinar e a situação das filas nos pontos de imunização me tempo real estão disponíveis na plataforma: https://vacina.natal.rn.gov.br/ .

VACINAÇÃO EM NATAL

PRIMEIRA DOSE
Pessoas com 12 anos e mais.

SEGUNDA DOSE

CORONAVAC
Podem se vacinar as pessoas que completaram os 28 dias da primeira dose do imunizante Coronavac.

OXFORD
Podem receber a aplicação da D2 da Oxford quem se vacinou até o dia 20 de setembro.
Grávidas que tomaram a D1 de Oxford.
As gestantes que tomaram a primeira dose com o imunizante Oxford e que, por recomendação do Ministério da Saúde, não tomaram a segunda dose poderão completar seu esquema vacinal com o imunizante da Pfizer.

PFIZER
A segunda dose da Pfizer está disponível para quem tomou a primeira dose há 21 dias.

JANSSEN

Gestantes que anteriormente tenham se imunizado com a Janssen, se estiverem no intervalo de 05 meses após aplicação da dose única, podem buscar um ponto vacinal para receber o reforço com a Pfizer.

TERCEIRA DOSE

Estão aptos a receber a terceira dose: população em geral com 18 anos e mais (há cinco meses de conclusão do esquema vacinal com a D2 de  Coronavac, Oxford e Pfizer) e população com 70 anos e mais (há quatro meses de conclusão do esquema vacinal com a D2 de Coronavac, Oxford e Pfizer).

Os Imunossuprimidos também podem receber a terceira dose, desde que tenham completado o esquema vacinal há 28 dias, apresentando laudo médico dentro das categorias: Imunodeficiência primária grave; Quimioterapia para câncer; Transplantadas de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; pessoas vivendo com HIV/Aids; uso de corticóides em doses > 20mg/dia de prednisona, ou equivalente, por > 14 dias; uso de drogas modificadoras da resposta imune ou pacientes com hemodiálise e pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.