CIDADANIA

Potiguares que tomaram Janssen podem receber D2 da Pfizer

No Rio Grande do Norte, aqueles que tomaram a vacina da Janssen (Johnson & Johnson) podem receber como segunda dose o imunizante da Pfizer, na ausência da primeira. A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou nesta quinta-feira (9) novas orientações sobre a campanha de vacinação contra a covid-19.

De acordo com o governo federal, nessa segunda aplicação deve ser usada a mesma vacina no intervalo de dois a seis meses depois da primeira dose, mas o anúncio foi feito no dia 16 de novembro e, mesmo tendo 1 milhão de doses em estoque, o Ministério da Saúde não havia destinado vacinas da Janssen para o RN.

Somente nesta quinta chegou nova remessa, com 7.020 doses, número muito inferior ao necessário, já que cerca de 60 mil haviam recebido desse imunizante. Essas primeiras doses serão destinadas à população em situação de rua. As vacinas já foram distribuídas aos municípios. Para Natal foram 1.480, para Mossoró, 465; e Parnamirim, 445.

Outra mudança foi a antecipação da dose de reforço para quatro meses após a conclusão do esquema de vacinação. A adoção do novo prazo vale para municípios com grandes estoques de vacinas. Além disso, a população acima de 18 anos que ainda receberá a primeira dose poderá ser imunizada com Coronavac ou Pfizer.

“As medidas buscam garantir, da forma mais rápida possível, que a população complete seu esquema vacinal, para que a imunidade coletiva possa ser alcançada”, diz comunicado da Sesap.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais