Vídeo: Bispo de Caicó critica campanha de desinformação contra vacinação infantil durante missa
Natal, RN 15 de jun 2024

Vídeo: Bispo de Caicó critica campanha de desinformação contra vacinação infantil durante missa

22 de janeiro de 2022
3min
Vídeo: Bispo de Caicó critica campanha de desinformação contra vacinação infantil durante missa

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Durante uma missa realizada no ultimo dia 20, no encerramento da Festa de São Sebastião, no município de Parelhas, no interior do Rio Grande do Norte, o bispo Dom Antonio Carlos Cruz Santos, da Diocese de Caicó, criticou a campanha de desinformação contra a vacinação infantil que tem sido mobilizada em todo o país. O religioso pediu aos fiéis que não repassem essas desinformações adiante e questionou quem ganha com esse tipo de mentira.

Vamos ser sinceros, desde criança todos nós tomamos vacina. Eu nunca vi ninguém reclamar. De onde é que apareceu essa alergia agora à vacina? A quem interessa tanta mentira?”, criticou o bispo.

Nós começamos agora no Brasil a campanha de vacinação para crianças, que está com dificuldade de emplacar devido a contracampanha que foi feita. Quem ganha com essas mentiras? Que essas pessoas mintam, eu até entendo, porque a mentira delas diz de que lado elas estão. Todos nós sabemos quem é o pai da mentira. Se conhecemos o Deus da verdade, sabemos quem é o pai da mentira. O problema é perceber quantos cristãos têm reproduzido essas mentiras”, continuou Dom Antonio Carlos.

Adepto do movimento pacifista que rejeita qualquer tipo de discriminação e violência, Dom Antonio Carlos é um bispo negro, fato raro na história da Diocese de Caicó, numa cidade do interior nordestino, com um discurso que poderíamos chamar de “progressista”.

Eu não me classifico como progressista, mas uma pessoa que tenta viver o evangelho dado pela própria igreja, por onde o espírito me conduziu. O papa Francisco nos possibilita abrir janelas. Quando ele diz “uma igreja de portas abertas” não sei se a gente mede as consequências. Uma igreja de portas abertas é uma igreja que vai ao encontro de quem dela necessita, que acolhe a todos. E esse momento vai ter muitas consequências. Isso não é uma poesia, é uma realidade carregada de poesia”, comentou o bispo durante uma entrevista à Agência Saiba Mais em 2017, época em que ele ganhou atenção nacional ao afirmar que a homossexualidade é um dom de Deus (vídeo), durante a homilia de encerramento da tradicional festa de Santana. Na época, apesar de bem recebido pelos moradores da cidade, o posicionamento do bispo foi alvo de ataques na internet.

Dom Antonio Carlos é carioca do morro do Cantagalo e filho de um casal alagoano de Penedo. O bispo carrega dois símbolos católicos no sobrenome: Cruz e Santos. Ambos são ligados às duas metades da família que tiveram origem e trajetórias distintas. Enquanto a parte materna usufruiu de certa riqueza antes de perder toda a plantação de arroz para a seca, a paterna carrega as marcas da escravidão na árvore genealógica. Dom Antonio é bisneto de escravos e, vez por outra, recorre ao tema da escravidão para explicar o início das favelas ou a raiz de algum preconceito.

Saiba Mais

Dom Antônio Carlos, o bispo de Caicó: “Toda forma de exclusão é anti-evangélica”

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.