Após policiais civis voltarem ao trabalho, Governo reabre diálogo e deve apresentar nova proposta à categoria na terça (15)
Natal, RN 29 de mai 2024

Após policiais civis voltarem ao trabalho, Governo reabre diálogo e deve apresentar nova proposta à categoria na terça (15)

13 de fevereiro de 2022
2min
Após policiais civis voltarem ao trabalho, Governo reabre diálogo e deve apresentar nova proposta à categoria na terça (15)

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Os policiais civis do Rio Grande do Norte acataram a decisão judicial que determinava o fim da greve da categoria e já retomaram o diálogo com o Governo do Estado para buscar um acordo. Em reunião realizada sábado (12) com o chefe da Casa Civil Raimundo Alves, as entidades que representam os policiais tiveram a garantia de que não haverá redução salarial de nenhum agente de segurança.

As categorias foram representadas pelas sindicalistas Taís Aires (ADEPOL), Edilzia Faustino (SINPOL) e Priscila Vieira (ARSSEP).

A próxima reunião com as categorias está agendada para a próxima terça-feira (15), às 15h, quando o Governo deverá apresentar uma proposta de projeto de lei que concilie os interesses das carreiras da Polícia Civil e as possibilidades do Governo.

- Entre as premissas apresentadas pelo Governo do Estado, na tarde de hoje, é de que não haverá redução salarial, e os valores recebidos, no momento da alteração da lei, a título de Adicional por Tempo de Serviço (ADTS), serão incorporados à remuneração dos policias civis”, diz nota divulgada pelo Governo ao final da reunião.

Sobre o projeto de lei, os representantes dos policiais civis querem que o Governo mantenha a estrutura de carreira atual, bem como as projeções previstas no Estatuto da Polícia Civil. Dessa forma, ficaria assegurado que não haja perda de direitos.

Raimundo Alves informou às categorias que a parcela recebida em razão da incorporação dos valores do ADTS não impactará nos valores descritos nas tabelas remuneratórias anexas a Lei Complementar nº 670, e que essa parcela incorporada seguirá o policial civil até sua aposentaria.

O Chefe da Casa Civil avaliou como “positiva” a reunião com os policiais.

“Avaliamos como bastante positiva e produtiva a reunião de hoje com as categorias, num clima de bastante respeito e compreensão das premissas apresentadas do Estado”, disse o secretário.

Após a reunião de sábado, um grupo de policiais se reuniu no Centro Administrativo e decidiu seguir em assembleia permanente. Na quarta-feira (16), a categoria volta a se reunir na sede do Sinpol para avaliar a proposta que o Execuivo apresentará no dia anterior.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.