Rogério Marinho ironiza ministro Barroso, do STF: “Bons tempos aqueles em que os juízes falavam nos autos e não emitiam opiniões políticas”
Natal, RN 23 de jul 2024

Rogério Marinho ironiza ministro Barroso, do STF: "Bons tempos aqueles em que os juízes falavam nos autos e não emitiam opiniões políticas"

14 de fevereiro de 2022
2min
Rogério Marinho ironiza ministro Barroso, do STF:

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Conhecido no mundo político pelas posições discretas e comedidas nos pronunciamentos e redes sociais, não obstante esteja inserido no bolsonarismo, que via de regra é barulhento e agressivo, o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho surpreendeu ao trocar seu estilo low profile por uma postagem de Twitter irônica contra um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)

Na sua conta @rogeriosmarinho ele escreveu: "Bons tempos aqueles em que os juízes falavam nos autos, não emitiam opiniões políticas e não antecipavam juízos de valor a respeito de matérias que poderiam julgar". E postou abaixo da frase matéria do site Diário do Centro do Mundo com a manchete: "Barroso detona ataques de Bolsonaro as urnas: ´A mentira está pronta`".

No texto de Pedro Zambarda, lê-se: "A jornalista Mariana Muniz entrevistou o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, no jornal O Globo. Ele falou sobre o ataque recente de Jair Bolsonaro (PL) contra as urnas eletrônicas, sendo que ele está à frente do TSE". E depois reproduz as falas de Barroso: “Na última quinta-feira, Bolsonaro voltou a lançar dúvidas sobre a transparência das eleições e, sem apresentar provas, disse que foram levantadas supostas “vulnerabilidades” do sistema eleitoral. Como lidar com esses novos ataques? O presidente tinha dado a palavra de que esse assunto estava encerrado. Chegou a elogiar o sistema de votação eletrônico brasileiro. O filme é repetido, com um mau roteiro. Não há nenhuma razão para assistir à reprise. Antes, o presidente dizia que tinha provas de fraude. Intimado a apresentá-las, (ficou claro que) não havia coisa alguma. Essa é uma retórica repetida. É apenas um discurso vazio”.".

No texto, contudo, não há a frase que ilustra a manchete, "A mentira está pronta". Embora Barroso tenha insinuado que Bolsonaro faltou com a verdade.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.