Covid-19: Uso de máscara em locais abertos deixa de ser obrigatório no RN
Natal, RN 24 de fev 2024

Covid-19: Uso de máscara em locais abertos deixa de ser obrigatório no RN

15 de março de 2022
4min
Covid-19: Uso de máscara em locais abertos deixa de ser obrigatório no RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A partir desta terça (15), o uso de máscara de proteção facial contra a covid-19 em ambientes abertos passa a ser opcional no Rio Grande do Norte. A decisão de flexibilizar o uso da máscara foi publicada por meio de decreto no Diário Oficial do Estado de hoje e tem validade até o dia 31 de março.

Em espaços fechados, o que inclui os veículos de transporte de passageiros, a utilização da máscara continua sendo obrigatória, assim como a cobrança do esquema vacinal completo por bares, restaurantes, centros comerciais, galerias e shopping centers que utilizem sistema artificial de circulação de ar.

No entanto, apesar da flexibilização no uso de máscara ter sido implementada apenas nesta terça pelo Governo do Estado, um decreto do dia 9 de março assinado prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), flexibiliza o uso da máscara facial contra a covid-19 tanto em ambientes abertos, quanto fechados.

Em sua política de competir com o governo estadual nas medidas de prevenção e combate à covid-19, Álvaro Dias segue confundindo a população da capital, já que mediante decretos conflitantes, prevalece aquele mais rígido, conforme decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Assim, permanece valendo o decreto estadual que determina a liberação no uso de máscara apenas em ambientes abertos. Seu uso em espaços fechados continua sendo obrigatório em todo o RN.

RN tem menor taxa de ocupação de leitos da pandemia

Foto: cedida pela Sesap

Com uma ocupação de 15,4% dos leitos críticos (semi-intensivos e UTI’s) nesta terça, o Rio Grande do Norte apresenta a menor média de ocupação de toda a pandemia, iniciada em março de 2020. A maior taxa de ocupação está na região metropolitana de Natal com 19,2%, baixa para 12,5% na região Oeste e para 6,7% no Seridó. Os dados são do Sistema de Regulação Lais/UFRN.

O Rio Grande do Norte, que já teve fila de espera para internação, tem atualmente 98 leitos críticos disponíveis e nenhum paciente em fila de espera. Dos 14 hospitais com leitos destinados a pacientes com covid-19, o Hospital dos Pescadores, em Natal, está com lotação esgotada. As demais unidades de saúde apresentam uma baixa taxa de ocupação. Apesar do atual cenário mais tranquilo, desde o início da pandemia, um total de 1.088 pacientes com covid-19 morreram no RN sem acesso a um leito para internação.

Saiba+

Em nova disputa de decretos, prefeitura de Natal antecipa desobrigação de uso de máscara menos de 24h depois de anúncio do Governo do Estado

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.