​Deputado Girão se filia ao PL​ de Bolsonaro​, mas terá dificuldades na tentativa de reeleição
Natal, RN 24 de jul 2024

​Deputado Girão se filia ao PL​ de Bolsonaro​, mas terá dificuldades na tentativa de reeleição

16 de março de 2022
2min
​Deputado Girão se filia ao PL​ de Bolsonaro​, mas terá dificuldades na tentativa de reeleição

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O deputado federal General ​​Elieser Girão Monteiro Filho se filiou nesta terça-feira​, dia 15,​ ​em Brasília, ​ao Partido Liberal (PL), seguindo ​os passos do​ presidente da República, Jair Bolsonaro​.​ “Agora, estamos lado a lado, novamente, defendendo a continuidade do resgate e desenvolvimento do Brasil, no Partido Liberal. Juntos, com o presidente Jair Bolsonaro, anunciamos nossa pré-candidatura a Deputado Federal pelo ​PL. Antes das eleições de 2018, fomos convocados pelo capitão Bolsonaro a lutar pelo Brasil nas trincheiras do Congresso Nacional. Como bom soldado atendi o seu chamamento e disputamos juntos em prol dos valores cristão (sic), patrióticos e nacionais", ​registrou​ o deputado ​em suas ​redes sociais.

​Com a declaração, o deputado confirmou ​que tentará reeleição à Câmara Federal e não uma pré-candidatura ao Governo do Estado, como insinuou em entrevistas durante a semana.

Mas o certo é que Girão não terá facilidades para eleger-se novamente, apesar de continuar contando com o voto bolsonarista no Rio Grande do Norte. Acontece que o PL, presidido no Estado pelo deputado João Maia, tem como prioridade justamente reeleger Maia, que no pleito de 2018 teve 93.505 votos votos. Girão conseguiu um menos, ​81.640 sufrágios.

Com o quociente eleitoral estimado em 220 mil votos para cada partido fazer uma cadeira na Câmara Federal, o PL precisaria de 440 mil votos para eleger dois federais. E o partido ainda deve receber em seus quadros o ex-governador Robinson Faria, que deixou recentemente o PSD. Robinson não pretende ser "esteira" na sigla e sim se eleger, e para isso conta em "herdar" os votos do filho Fábio Faria, que em 2018 teve 70.350 votos.

Portanto, por mais que esteja satisfeito em estar no mesmo partido que Bolsonaro, Girão sabe que em âmbito estadual, a tarefa - difícil - de continuar na Câmara Federal passa por ter mais votos que Robinson e, talvez, do que João Maia, caso a legenda faça apenas um deputado.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.