IFRN abre edital para fomento da participação feminina em projetos de Pesquisa
Natal, RN 24 de jul 2024

IFRN abre edital para fomento da participação feminina em projetos de Pesquisa

11 de março de 2022
2min
IFRN abre edital para fomento da participação feminina em projetos de Pesquisa

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte publicou um edital específico para projetos de pesquisa e inovação com mulheres jovens cientistas. O objetivo é fomentar uma maior participação de mulheres discentes na produção científica institucional.

Serão selecionados projetos de diversas temáticas desenvolvidos no Instituto que contenham, obrigatoriamente, uma aluna bolsista indicada, seja de cursos técnicos ou superiores do IFRN. As submissões de projetos devem ser feitas através do Sistema Unificado de Administração Pública (Suap), até o próximo dia 20 de março de 2022, com previsão de execução por 12 meses, a partir de 25 de abril de 2022.

O edital do IFRN segue exemplo do que ocorre em outras instituições como a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT), como os Institutos Federais do Pará (IFPA), do Ceará (IFCE) e do Mato Grosso do Sul (IFMS). Em anos anteriores, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) publicou chamadas para fomentar a participação feminina em projetos nas áreas das Ciências Exatas, Engenharias e Computação.

Para o pró-reitor de Pesquisa e Inovação do IFRN, professor Avelino Lima Neto, a iniciativa está em consonância com a proposta pedagógica da Educação Profissional e Tecnológica: “Promover a equidade de gênero em espaços marcadamente masculinos, como ainda o é a Ciência, é obrigação ética da RFEPCT, preocupada com a emancipação individual e coletiva dos cidadãos”, declarou.

Compromisso com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

O Edital Projetos de Pesquisa e Inovação com Mulheres Jovens Cientistas marca uma aproximação oficial das chamadas internas com a Agenda 2030, da Organização das ações Unidas (ONU), e seus Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A presidente da Rede de Grêmios do IFRN (Regif), Karydja França, comentou sobre a importância do Edital: “Além de ser uma iniciativa louvável por possibilitar maior engajamento feminino nas pesquisas, o Edital também é uma forma de enfrentar o machismo no meio científico. Isso explicita que o Instituto segue em defesa da justiça social e de uma educação emancipatória”.

SAIBA MAIS

Leia aqui o Edital
Faça aqui a inscrição

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.