Robinson será julgado pelo TSE no dia 15; inelegibilidade poderá ser mantida
Natal, RN 18 de jun 2024

Robinson será julgado pelo TSE no dia 15; inelegibilidade poderá ser mantida

10 de março de 2022
2min
Robinson será julgado pelo TSE no dia 15; inelegibilidade poderá ser mantida

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O processo sofrido pelo ex-governador Robinson Faria (PSD) que o mantém, até o momento, inelegível, vai a julgamento no plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no próximo dia 15 (terça-feira), às 19h30.

O Recurso Ordinário Eleitoral tem o ministro Benedito Gonçalves como relator, processo sob o número 0601608-90.2018.6.20.0000, em que Robinson aparece com condenação em primeiro grau por abuso do poder econômico/político. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). A condenação aconteceu dia 9 de fevereiro de 2021, envolvendo outras cinco pessoas. O placar no Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) foi por 4 x 3 pela condenação.

“Não se tratou de um fato isolado, mas de várias condutas com nítida conotação político-eleitoral, as quais foram realizadas durante o período eleitoral ou mesmo no período vedado, com temáticas pertinentes às áreas de interesse do eleitorado, enaltecendo a administração e, por conseguinte, a necessidade de sua permanência”, mostrou o relator-desembargador Ibanez Monteiro.

Quem votou favorável pela condenação considerou que houve abuso de poder econômico com inauguração de restaurantes populares no ano das eleições, 2018, em que Robinson perdeu a reeleição para a atual governadora Fátima Bezerra (PT).

Pré-candidato à Câmara Federal, Robinson precisa da absolvição para poder formalizar sua candidatura no período de registro. O filho dele, ministro das Comunicações e deputado federal licenciado Fábio Faria já comunicou oficialmente que não será candidato a nenhum cargo nesta eleição. Caso Robinson não consiga reverter a inelegibilidade, a família ficará seu mandato político pela primeira vez em vinte e cinco anos.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.