CIDADANIA

STTU diz que ordenou volta da frota de circulares da UFRN para retorno às aulas

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) informou, nesta sexta-feira (25), que emitiu ordem de serviço para que as empresas de ônibus de Natal retomem os oito veículos da linha circular no campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O semestre 2022.1 começa na próxima segunda-feira (28) com a volta das aulas presenciais.

No momento, apenas um veículo está em funcionamento e com itinerário e horários reduzidos – o que tem prejudicado a comunidade acadêmica, mesmo com as atividades híbridas.

“Não está passando à noite e durante o dia é de hora em hora, literalmente. É uma frota de um ônibus só. Uma situação muito precária. Melhor do que se estivesse cobrando, mas ainda assim precária e precisa avançar”, contou o coordenador do Diretório Central dos Estudantes (DCE-UFRN) Lorran Silva.

No final da tarde, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano do RN (Seturn) divulgou que as quatro linhas do Circular do Campus – Expresso Reitoria, Expresso C&T, Direto e Inverso, retornam normalmente, nos mesmos horários e itinerários que existiam antes da pandemia, conforme ordens de serviços operacionais da STTU para a linha 588. O serviço do Circular funcionará, com estabelecido, de 06h às 22h50, de segunda a sexta-feira, e aos sábados em horário especial.

A STTU e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal (Seturn) retiraram a linha universitária durante o recesso de aula. Quando voltou, passou a cobrar tarifa.

A Justiça do RN determinou o fim da tarifa e em dezembro de 2021, a governadora Fátima Bezerra renovou (até dezembro de 2022) a isenção de 100% do ICMS sobre a aquisição de óleo diesel para o setor metropolitano de transporte de passageiros e 80% para o sistema intermunicipal, como já ocorre desde maio daquele ano. As condições eram a manutenção do valor da tarifa e o retorno da linha circular da UFRN de forma gratuita.

Durante cerimônia para o anúncio, os empresários se comprometeram com o acordo. “Está fechado. A senhora pode contar conosco que este compromisso será cumprido”, afirmou o presidente do Seturn, Agnelo Candido. Mas não foi o que aconteceu. Apesar da gratuidade, a linha não voltou a funcionar plenamente.

Diante da pressão dos estudantes, a Universidade tem acompanhado de perto o caso. Nesta sexta-feira (25), emitiu nota comunicando que solicitou à Secretaria de Mobilidade o retorno do transporte público, com urgência. Ao DCE, a instituição explicou que não teve resposta do Município.

Veja nota da UFRN:

Ciente da importância do transporte circular gratuito para a comunidade universitária, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) vem realizando esforços pela garantia desse direito no Campus Central, visto que a oferta ineficiente afeta a educação pública e prejudica, principalmente, os estudantes em vulnerabilidade socioeconômica. Por esse motivo, a instituição buscou o retorno do circular gratuito, por meio de reuniões com os órgãos responsáveis pela mobilidade urbana e órgãos de controle. Dessa forma, a UFRN espera que o serviço seja prestado adequadamente às necessidades dos alunos, servidores e funcionários terceirizados, a partir do dia 28 de março, quando haverá o retorno 100% presencial.

Visando reforçar a urgência dessa necessidade, a Reitoria da UFRN encaminhou, no dia 3 de março, ofício para a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), no qual informou sobre a retomada das aulas e demais atividades de forma presencial. O documento ressaltou ainda que o Governo do Estado condicionou a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) ao retorno gratuito da Linha 588, o Circular da UFRN. Um ofício também foi enviado para o Governo do Estado, a fim de informar que a STTU foi comunicada sobre a data da retomada presencial, de modo que possa ser solicitado o cumprimento da contrapartida de forma eficiente.

Outras informações sobre o serviço do transporte circular no Campus Central devem ser obtidas junto à STTU, órgão responsável pelo serviço.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Previous ArticleNext Article
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais