+ Notícias

Juiz emite novo mandado de prisão contra Henrique Alves por dívida milionária de pensão alimentícia

Em briga judicial que se arrasta há meses, o ex-ministro e ex-deputado Henrique Eduardo Alves é alvo de mais um mandado de prisão por dívida milionária de pensão alimentícia. A ordem foi emitida pelo juiz Ricardo Augusto Moura, da 24ª Vara Cível, no dia 1º de abril.

O valor cobrado por um dos filhos de Henrique, Pedro Henrique, de 20 anos, soma R$ 938.174,96. O prazo para cumprimento da prisão é de 30 dias.

O primeiro mandado foi expedido em 2021. Entretanto, o político teria proposto um acordo para parcelamento da dívida e não teria cumprido.

Na época, Henrique Alves publicou uma nota em que classificava a cobrança como “despautério” promovido pelo filho e a mãe dele, Priscila Gimenez, de quem se divorciou há quase 12 anos, deixando mais de 50% de seu patrimônio.

Henrique disse também que não tinha como pagar uma pensão de quase R$ 50 mil reais por mês. “É totalmente fora da minha realidade e da necessidade de um adulto que estuda com bolsa da Universidade nos Estados Unidos da América”.

Outros processos

Em 6 de junho de 2017, Henrique Alves foi preso preventivamente pela Polícia Federal em um desdobramento da operação Lava Jato que investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal.

Em 8 de maio de 2018, ele foi para prisão domiciliar, e posteriormente, em 13 de julho, foi determinado pela justiça para responder o processo em liberdade.

A primeira condenação de Henrique Alves foi em 2018, ao lado de Eduardo Cunha (MDB) no processo da operação Sépsis, que investigava um esquema de corrupção montado na Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2015.

Enquanto Cunha foi sentenciado a 24 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e violação de sigilo funcional, Henrique Alves foi condenado a 8 anos e 8 meses de reclusão pelo crime de lavagem de dinheiro.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais