CIDADANIA

Estudantes e movimentos sociais realizam caminhada em defesa do transporte público em Natal

Estudantes secundaristas e universitários, movimentos sociais e sindicatos realizaram manifestação na tarde desta quinta-feira (5), em defesa do transporte público de Natal.

O grupo saiu em caminhada da Universidade Federal do Rio Grande do Norte em direção ao Via Direta. A parada do Circular foi o ponto de encerramento da mobilização contra o aumento das passagens de ônibus, pelo passe livre estudantil e retorno total da frota.

A organização acredita que ao menos 300 estudantes participaram do ato, que serviu também como ensaio de um calendário de mobilizações permanente.

“A gente defende que o transporte público seja de qualidade na cidade, seja justo, porque o que a gente tem hoje é uma máquina de empresários controlando o transporte. A gente exige 100% da frota, o passe livre e que o Seturn [Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Natal] pare de controlar o transporte público”, declarou a coordenadora de Mulheres do Diretório Central do Estudantes (DCE), Beatriz Sá, que também integra o Movimento Correnteza e a Unidade Popular pelo Socialismo.

O Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB) também marcou presença, mais uma vez levando também a bandeira da luta pela moradia digna.

“A cidade deve ser do povo que faz ela funcionar. Além de tudo o que vivemos nas periferias, sem acesso à saúde, lazer, nem saneamento básico, o valor da passagem está obrigando o povo a perder seus compromissos e isso só mostra que hoje Natal é de quem é rico”, dizia publicação que convidou os membros das ocupações urbanas para o ato.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais