CIDADANIA

RN tem chuvas acima de 100 milímetros e descargas elétricas fora do normal para a região

Foto: Sandro Menezes

O Sistema de Monitoramento da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) registrou a ocorrência de chuvas acima de 100 milímetros nas regiões Oeste, Leste e Agreste. Os maiores volumes, por região, foram observados em Mossoró (Oeste Potiguar) com 127,5mm; em Afonso Bezerra (Central Potiguar) com 124,6mm; Ielmo Marinho (Agreste Potiguar) com 104mm, e Macaíba (Leste Potiguar) com 71,6mm.

O tempo deve seguir chuvoso até o final de semana. A previsão indica céu parcialmente nublado com chuvas nesta quinta-feira (26) em todas as regiões. A sexta-feira (27) deve ser de céu parcialmente nublado, com pancadas de chuvas no Litoral e Oeste do Estado e sábado e domingo de céu parcialmente nublado a chuvas em todas as regiões. As chuvas foram provocadas pelo aquecimento das águas superficiais do Oceano Atlântico que liberaram muita umidade para atmosfera.

Raios

Além das chuvas fortes, também foi observada a ocorrência de raios e trovões, pouco comuns em Natal. Algumas pessoas chegaram a registrar o fenômeno.

“Mesmo com dois dias seguidos com chuvas no estado, com a atmosfera fria, nós tivemos a ocorrência desse fenômeno incomum, chuvas intensas com o desenvolvimento células convectivas muito próximas pela frequência de números de descargas elétricas observadas na noite de ontem e madrugada de hoje. Esse foi um fenômeno incomum acontecer no litoral na forma que aconteceu”, explicou o chefe da unidade de Meteorologia da Emparn, Gilmar Bristot.

Gilmar Bristot, chefe da unidade de Meteorologia da Emparn

Alerta

No início da semana, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu dois alertas – um de chuvas intensas e outro de acumulado de chuvas – para cidades do Rio Grande do Norte. Uma das orientações mais importantes é de nunca se abrigar embaixo ou próximo a uma árvore. Por se tratar de uma superfície alta, assim como os postes de energia – são atraentes como pontos de descargas elétricas, que atingem quem está nas proximidades.

No volante, o ideal é parar o carro em um local e esperar a tempestade passar. Enquanto isso não for possível, mantenha distância segura do veículo da frente para evitar colisões em freadas inesperadas. O uso dos faróis baixos e a redução gradual da velocidade para não perder o controle do veículo em caso de aquaplanagem é importante, assim como evitar as ultrapassagens. Trechos alagados não devem ser atravessados.

Em casa, recomendação do Corpo de Bombeiros é desligar os eletrodomésticos durante os temporais.

Para acionar o Corpo de Bombeiros disque 193.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo