CIDADANIA

Advogada suspeita de entrar com bilhetes em Alcaçuz é presa; OAB acompanha caso

Uma advogada suspeita de repassar bilhetes de organizações criminosas para internos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz foi presa na manhã desta quinta-feira (30). A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte (OAB/RN) emitiu nota dizendo que acompanha o caso e não compactua com a ação ilícita.

O caso aconteceu em maio no Pavilhão Rogério Coutinho. Depois da identificação por policiais penais, a advogada foi levada por policiais para registrar a ocorrência na Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), da Polícia Civil.

Por causa desse episódio, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) mudou as regras para ingresso desses profissionais nos presídios estaduais e a OAB criticou a medida. Logo, impetrou pedido na Justiça Federal pela suspensão das determinações e convocou entrevista coletiva.

Veja comunicado da Ordem desta quinta-feira:

NOTA OFICIAL

A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte (OAB/RN) foi informada sobre a detenção de uma advogada suspeita de repassar bilhetes para detentos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz.

A Seccional está acompanhando o caso para salvaguardar e garantir que as prerrogativas da advogada sejam respeitadas. Porém, as questões de mérito serão feitas pela defesa constituída.

A Ordem não compactua com qualquer ação ilícita praticada por quem está nos quadros de inscritos. As denúncias serão apuradas e penalizadas com rigor pelo Tribunal de Ética e Disciplina, assim como determina o Estatuto da Advocacia.

Natal, 30 de junho de 2022

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais