CIDADANIA

Fundador do grupo de hip hop Time de Patrão, rapper Koala Loko morre em Natal vítima de infarto

Por Cinthia Lopes, do Típico Local

Nome de relevo no hip-hop potiguar, o compositor de rap e MC Koala Loko faleceu nesta terça-feira (28) em decorrência de um infarto fulminante. Koala, ou Pablo Oliveira, tinha 33 anos e foi um dos fundadores do grupo Time de Patrão. A banda que também lançou seu grande parceiro, o músico Breno Slick e Mano Edu, todos oriundos da periferia de Felipe Camarão. Figura elegante, atencioso, no palco era um MC de rimas potentes.

Além da contribuição em grupos de rap,  Koala deixou também um álbum solo, “Rua e Religião”. Também tinha participações em trabalhos de vários artistas como a banda Alphorria e Clara Pinheiro. O velório está confirmado para acontecer a partir das 9h, no Centro de Velório Bom Pastor, av. Miguel Castro, 30, bairro do Bom Pastor.

O artista deixa esposa Michele Cristina e filhas, além da mãe Rejane a quem admirava e estava presente em suas rimas. Em “Laços Imortais”, ele conta a dura vida de sua mãe que criou os filhos sozinha. Nas redes sociais, mensagens de despedida foram publicadas. “Descansa em paz negão, obrigada por tudo o que você nos proporcionou através do Rap. Até sempre, meu amigo, meu irmão, meu compadre”, publicou o parceiro Breno Slick. O produtor Marcelo Veni comentou: “Que perda gigante para todos. Obrigado Koala, por todas as vezes que você fez o nosso trabalho com o rap fazer sentido e que deveríamos continuar.”

Em 2016 Koala se apresentou com o Time de Patrão no Arena das Dunas, na mesma noite da lenda do rap brasileiro Racionais MCs. No mesmo ano se apresentou no Festival MADA – Música Alimento da Alma.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo