CULTURA

Salão Erótico do Seridó traz de docinhos em formato de genitália à palestra sobre educação sexual

Salão Erótico do Seridó I Foto: Isaac Silva/ Referência Comunicação

A cidade de Caicó, na região Seridó do Rio Grande do Norte, que já era conhecida pelos seus bordados, pelo agitado carnaval, sua deliciosa cozinha regional e pela Festa de Sant’Ana, agora tem mais um evento para colocar agenda. Nesta quarta (08) e quinta-feira (09), a cidade recebe o 1º Salão Erótico do Seridó, no Clube Pingo D´água.

Assim como qualquer feira de negócios, o Salão Erótico traz estandes onde expositores fazem negócios e contato com um público que continuou crescendo durante o período da pandemia.

Percebemos esse nicho que está relacionado à estética, moda íntima, sex shopping, tatuagem, massagem e bronzeamento. Agora, que a pandemia diminuiu, essas pessoas têm o desafio de partir para o ponto físico do negócio. Montamos uma estrutura com estandes como a de qualquer outra feita de negócios, como a Fiart”, detalha Diego Vale, um dor organizadores do evento.

Os doces que não costumam ser expostos na vitrine e que normalmente só saem sob encomenda nas despedidas de solteiro e confraternizações de fim de ano, se tornaram a atração no estande ocupado pela Muito Bom Boom Doceria. Com formato de genitália, sendo alguns trufados, os doces parecem ter caído no gosto dos visitantes. Com apenas um dia de divulgação no Salão, a Valéria tenta dar conta das novas encomendas que vem recebendo.

Faço doces há 20 anos e o pessoal começou a procurar esses doces em formato de genitália mais para presentear no final do ano, no amigo doce, amigo secreto, amigo da onça. Desde que mandamos os kits de divulgação, não paro de receber encomendas, acho que é um ramo pode crescer. Antes eu não podia expor na prateleira da minha doceria porque tenho um público muito amplo, desde crianças. Mas, como com a Feira está tendo mais divulgação, desde então não param de me procurar, até porque tá vindo o Dia dos Namorados”, comemora Valéria Sawanna Medeiros Oliveira.

Doces em formato de genitália I Foto: cedida

Doces criados por Valéria Sawanna

Além das exposições, o Salão também propõe uma série de palestras ligadas ao tema central. Entre os convidados, estão chefes de cozinha, que vão falar sobre comidas e bebidas afrodisíacas; um advogado que vai abordar a questão do direito de família e as várias formas de arranjo familiar; uma sexóloga que vai tratar do prazer feminino e  cultura machista que coloca a mulher na preocupação de dar prazer ao homem, antes de proporcionar si mesma; uma sexcoach; uma enfermeira, que vai falar sobre prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s, afinal, apesar do acesso ao conhecimento, os jovens apresentam hoje um alto índice de contaminação; além de desfiles e apresentações.

Salão Erótico do Seridó I Foto: Isaac Silva/ Referência Comunicação

A proposta é ir quebrando tabus, tratar de sexo de forma leve, mas também com profundidade, falando de saúde, negócios e educação sexual. Nessa primeira edição tivemos poucos parceiros porque notamos que o pessoal estava um pouco apreensivo em participar, estavam esperando para ver como seria. Mas, tenho certeza que nas próximas será ainda melhor porque o retorno já está sendo ótimo”, avalia Diego Vale.

Quem conseguiu quebrar muitos tabus para conquistar um espaço na cidade e na feira foi a fotógrafa trans Davila Salustiano, que trabalha com nu artístico.

Sou trans da geração em que isso não existia por aqui e aí é todo aquele processo para que haja uma aceitação que leva anos. Passei por todos os tipos de violência… física, psicológica… e para sobreviver, me tornei modelo. As pessoas não me aceitavam para trabalhar, recusavam meu currículo”, conta Davila, que usou a experiência na carreira de modelo para se tornar fotógrafa.

Com trabalhos em vários estados, ela tem um público, majoritariamente, feminino, que passou a se permitir ensaios fotográficos mais ousados. No estande de Davila, é possível conferir alguns trabalhos e fazer orçamento sobre possíveis ensaios.

No início foi mais difícil, mas aos poucos as mulheres foram vendo que era uma coisa legal, bonita. Trabalhamos a beleza do corpo, não há nada de vulgar”, esclarece Davila, que no primeiro dia do evento usou um vestido com todas as fotografias feitas por ela.

O evento será encerrado nesta quinta (09) com um stand up do humorista Thiago Dionísio que, para não sair do tom do Salão Erótico, deve levar piadas mais picantes ao palco.

Foto: Davila Salustiano

 

Foto: Davila Salustiano

Davila, com o vestido estampado com as fotografias feitas por ela I Foto: cedida
Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo